Enquanto ela estava sendo socorrida, abriram a bolsa da mulher e levaram todo o dinheiro que seriam gastos na compra de remédios

Uma assistente administrativo passou por dois momentos difíceis no fim da tarde desta sexta-feira (17). Regiane Lopes de 39 anos, havia ido a um laboratório de análises clínicas e quando foi atravessar a Avenida Oswaldo Cruz foi atropelada. O motorista estava em um Wolswagen, se identificou apenas como Juninho, desceu na hora do acidente, deixou um número de telefone celular e foi embora. O rapaz estava na contramão na Travessa d’Aparecida. O marido que a aguardava do outro lado da via, foi quem a socorreu até o Pronto Atendimento Municipal (PAM). Ela teve várias escoriações pelo corpo, duas fraturas no dedo do pé e um coágulo na cabeça, mas já voltou para casa.

A sexta-feira ainda a reservava outra surpresa desagradável – R$750 que estavam dentro da sua bolsa que caiu no chão sumiram. Na hora do tumulto e da correria, alguém teria aberto a bolsa e pegado o dinheiro. Ele seria gasto com medicamentos que ela agora não tem mais condições de comprar. Regiane passou por uma cirurgia a poucos dias e ainda está se recuperando. O motorista do carro que a atropelou não atende as ligações. Se alguém estiver com dinheiro, pode devolver entrando em contato com ela.

COMPARTILHAR

Comentários