*Proposta de estender expediente, será levada ao Sindicato dos Empregados do Comércio para aprovação

Empresários e comerciantes elaboraram na Associação Comercial e Agro Industrial de Três Pontas, na noite desta terça-feira (23), o calendário de 2017, em que as lojas pretendem funcionar até mais tarde aos sábados.

Além das datas comemorativas, como o Dia das Mães comemorado em 13 de maio, os lojistas esperam ter o aval do Sindicato dos Empregados no Comércio de Varginha e Região (Sindcomerciários), para estender o horário de atendimento até as 17 horas também em sábados em que a colheita do café alcança seu auge e consequentemente as vendas aumentam. “O horário é facultativo”, repetiu diversas vezes o presidente da ACAI-TP Michel Renan Simão Castro.

Apesar da divulgação da reunião, apenas 21 comerciantes participaram e claro, os prós e contras manifestaram sobre o horário das 13 horas, que está em vigor desde novembro de 2013 e ainda divide opiniões. Mas este assunto parece ter sido superado. Michel ouviu reclamações de que denúncias tem sido feitas. Uma delas feita anonimamente contra a loja de Rita Bandoni, informava que ela não fecha na hora estabelecida. Rita revelou que é favorável ao fechamento as 13 horas, mas que mantém o bom senso de não mandar o cliente embora. A certeza de um bom atendimento é ordem no seu estabelecimento, referência no comércio local há 65 anos. Rita só concorda que nas datas que movimentam a cidade, é preciso aproveitar as oportunidades para vender, garantir recursos para pagar seus colaboradores e gerar impostos que voltam em melhorias por toda o Município.

O empresário Sebastião de Fátima Cardoso, que atualmente é o secretário municipal de Indústria e Comércio não segue o horário estipulado. Aos sábados suas lojas abrem mais tarde, as 9 horas e fecham as 14 horas. Tudo foi acordado com seus funcionários e funciona bem, sem problemas.

Quem participou da reunião foi unânime em concordar que o horário estendido é fundamental. O que dividiu os comerciantes foi se é necessário esticar também em

Presidente da ACAI Michel Renan explicou que horário é opcional e atende pedido da maioria

decorrência da colheita do café. Mas como a decisão da maioria prevalece, eles decidiram que a Associação Comercial trate com o Sindicato 8 sábados de horário estendido, incluindo as datas comemorativas que são – Dia dos Namorados, Dia dos Pais e Dia das Crianças em outros quatro sábados, nos dias 03 de junho, 08 de julho, 05 de agosto, 09 de setembro e 07 de outubro. Michel acredita que estas datas atendem a demanda de quem quer abrir e não desfavorece aqueles que não querem.

O mês de dezembro ainda não foi definido pela ACAI e o Sindicato dos Empregados do Comércio, o que deve ocorrer somente no segundo semestre, entre os meses de agosto e setembro, mas há a expectativa de que todos os sábados as lojas fiquem abertas até mais tarde, para atender bem os clientes às compras natalinas.

O presidente da entidade deixou bem claro que as pessoas precisam discernir a jornada de trabalho, que é de 44 horas semanais, com horário estendido. Em defesa dos colaboradores, colocou a Associação Comercial disposta a receber denúncias daqueles que não estejam cumprindo com suas obrigações trabalhistas. Isto compromete as futuras solicitações feitas. “Se a maioria optasse em não fazer o horário estendido, nós não teríamos. Mas todas as vezes que sou provocado, como representante da classe, não posso e jamais serei omisso. Abrimos espaço através destas reunião para que todos se manifestem e daqui demos uma resposta, porque, a pior da resposta é o silêncio”, ponderou. Concluindo, Michel Renan afirma que não existe empregador sem colaborador, e não existe colaborador sem empregador, um completamente o outro e eles precisam estar felizes, mas é claro que conflitos de idéias sempre vão existir.

Veja o calendário de sábados com horário estendido no comércio de Três Pontas, que será solicitado pela ACAI

03 de junho
10 de junho
08 de julho
05 de agosto
12 de agosto
09 de setembro
07 de outubro
14 de outubro

COMPARTILHAR

Comentários