Um menino de apenas 7 anos, foi atropelado depois de atravessar de bicicleta na frente de um ônibus circular, na manhã desta sexta-feira (08), no bairro Antônio de Brito em Três Pontas.

De acordo com o médico Dr. Lucas Eduardo Erbst Marques que atendeu o garoto, ele não sofreu ferimentos graves e teria se desequilibrado. Não há nenhum sinal de que o veículo tenha atingido o menino e depois de passar por exames, ele está consciente, mas ficará em observação por pelo menos por seis horas no Pronto Atendimento Municipal (PAM).

Antes mesmo da chegada do SAMU, um rapaz que passava de carro pelo local de acidente, na Rua Maria Magda Campos quis ajudar, pegou o menino e levou para o PAM. Socorro assim está se tornando constante e um perigo às vítimas. Impacientes, os trespontanos tentam ajudar, porém, pegar e transportar uma pessoa sem ser imobilizada e sem os devidos cuidados pode piorar a situação do acidentado. Neste caso, o rapaz que socorreu, chegou ao PAM com o garotinho no colo sem nenhuma imobilização, nem mesmo um colar cervical, que é fundamental nestes casos. Isto poderia provocar uma lesão na coluna, se o acidente fosse grave. “A gente sabe que a intenção é boa, mas as pessoas precisam se acalmarem e esperar pelo SAMU, que tem uma equipe preparada, com uma ambulância com suporte e aparato para imobilizar os acidentados”, alertou. Existem casos que as consequências do socorro inadequado é pior do que o próprio acidente.

A mãe da criança não quis que fosse feito o boletim de ocorrências, mas mesmo assim foi feito o registro. Ninguém chamou a Polícia. A PM soube do acidente através de ligações feitas no 190 de pessoas que perguntavam sobre o caso.

(A imagem do acidente está circulando em um aplicativo de celular)

COMPARTILHAR

Comentários