Ele foi parado na rodovia BR 491, com sintomas de embriaguez e sinais de ter consumido droga, deu nome falso, mas foi preso e confessou o homicídio

A Polícia Militar de Elói Mendes, prendeu na noite deste domingo (22), o administrador de fazenda João Paulo Alves Ferreira de 32 anos, acusado de matar o retireiro Leandro dos Reis Rodrigues de 24 anos.

Segundo a PM de Elói Mendes, João Paulo estava conduzindo um veículo Gol pela rodovia BR 491, quando foi parado por policiais que desconfiaram do rapaz estar embriagado. Ele negou, mas tinha todos os sintomas de ter ingerido bebida alcoólica e tinha no nariz resquícios de um pó branco, aparentando ter cheirado cocaína. Quando os policias foram pesquisar o nome dele, João Paulo se passou por outra pessoa dando nome errado, mas não conseguiu disfarçar. O acusado então revelou seu nome correto e confessou ter matado Leandro dos Reis na Fazenda Bela Vista no início da noite de sábado (21), em Três Pontas. Sobre a arma utilizada no crime, contou que dispensou o revólver calibre 22 nas águas do Rio Verde, quando passou pela Ponte dos Buenos, entre Varginha e Elói Mendes.

João Paulo havia ficado na casa de um primo em Elói Mendes e estava indo para Machado, onde ele nasceu e moram seus familiares.

Ele foi preso e encaminhado à Delegacia de Policia Civil de Varginha.

O crime

De acordo com a PM, os dois já estavam se desentendo a um bom tempo por causa de gado. Eles já haviam discutido mais cedo. João Paulo bebeu bebida alcoólica e depois foi procurar por Leandro que estava fazendo a ordenha de uma vaca. A vítima pulou o curral, eles brigaram, João Paulo sacou um revólver e efetuou dois ou três disparos contra Leandro.

Ele foi socorrido ao Pronto Atendimento Municipal (PAM) de Três Pontas, mas já chegou morto. A fazenda fica entre Três Pontas e Varginha. O corpo de Leandro dos Reis foi levado para Cândido Mota, que fica na divisa de São Paulo e Paraná.

COMPARTILHAR

Comentários