Um dos menores que apedrejou um ônibus escolar na porta da Escola Estadual Presidente Tancredo Neves no final do mês de maio, voltou a aprontar.

Desta vez, o adolescente de 17 anos agiu em uma casa também no bairro Santa Edwirges. Um rapaz estava em casa, quando começou a ouvir barulhos vindos da garagem. Ao sair para verificar o que estava acontecendo deparou com dois menores, de 16 e 17 anos, já na garagem mexendo em alguns objetos para tentar furtarem. Quando o dono da casa questionou a dupla, eles ficaram exaltados, tentaram invadir o imóvel. Pegaram uma barra de ferro e começaram a quebrar o vidro do carro da família, um Gol, que estava estacionado. Eles quebraram todo o vidro traseiro, amassaram a lataria e ainda jogaram pedras na vidraça da janela que também foi toda danificada. Um dos menores ficou ferido com estilhaços do vidro.

Janela da residência ficou sem os vidros depois do ataque dos menores
Janela da residência ficou sem os vidros depois do ataque dos menores

Os menores fugiram e a Polícia Militar foi chamada e pouco tempo depois, os menores foram apreendidos na mesma rua. A dupla foi levada para o Quartel da Polícia Militar, onde foi registrado o boletim de ocorrências. Por orientação da Delegacia de Polícia Civil de Varginha eles foram liberados.

Reincidente

O menor que participou do ataque ao ônibus escolar em 31 de maio deste ano, tem passagens por receptação, agressão e dano. O outro por tráfico de drogas.

O veículo que eles atacaram pertence a Prefeitura e faz o transporte de estudantes da zona rural. Neste caso foram quatro adolescentes com idades entre 14 e 17 anos, que tentaram entrar no veículo para agredir o motorista e estudantes que saíam da aula.

Depois que foram apreendidos e o boletim de ocorrências foi registrado, acabaram sendo liberados.

COMPARTILHAR

Comentários