* O frentista participava de um grupo de carros rebaixados, que era a paixão do jovem

Amigos e familiares começaram a se despedir de Nathan Mendes Vila Nova de 20 anos morreu depois de se envolver em um acidente de trânsito na noite do último sábado (25).

O corpo foi transladado do Instituto Médico Legal (IML) de Belo Horizonte para Três Pontas, pela Organização de Luto Cônego Victor e chegou por volta das 3 da manhã na Cidade. A causa da morte foi Politraumatismo.

Nas redes sociais, amigos que compõem o grupo de carros rebaixados Lownstyle, no qual Nathan participava foram recebê-lo. Alguns se concentraram no local de trabalho do frentista, no Auto Posto Aeroporto, outros se juntaram pelo caminho e seguiram em cortejo, com ‘as suas paixões’ até o Necrotério Municipal, onde o corpo começou a ser preparado para o velório. O sepultamento será as 10 horas da manhã.

Cortejo passou pela Avenida Ipiranga, onde tudo aconteceu

Ao lado do Pronto Atendimento Municipal (PAM), os familiares que acompanharam esta viagem receberam os cumprimentos como demonstração do carinho que sentiam por Nathan e a falta que ele fará entre eles.

Renyer Monesi Catarino é de Boa Esperança e veio para acompanhar o velório do amigo. O motorista de 27 conta que Nathan era figurinha carimbada em todos os eventos promovidos. “Ele era um menino com o coração do tamanho do mundo. Que não tinha tristeza, nunca transmitiu o mal e estava sempre disposto a ajudar” disse.

O grupo foi formado na sua cidade e integrava ainda gente com seus veículos de Três Pontas, Varginha, Alfenas, Campo Belo, Pouso Alegre, Perdões, Oliveira e Campos Gerais. Ao todo são 867 pessoas, mas em uma rede social eles são mais de 1 mil, que sempre participavam de eventos. O último foi a cerca de 15 dias e o próximo já estava programado para setembro.

Com o Lownstyle não tem som, correria, racha ou manobras perigosas. É apenas exposição dos carros rebaixados que eles gostam, explica o motoboy Diego Almeida Pereira de 24 anos. Sobre Nathan, ele se orgulha em dizer que era um menino cheio de vida, que não tinha inimizades. “É uma perda irreparável que estamos sentindo demais”, define.

O ACIDENTE

SAMSUNG CAMERA PICTURES

Nathan Mendes estava dirigindo um Parati na noite do último sábado (25), subia a Avenida Ipiranga, quando perdeu o controle da direção e bateu de frente em uma residência, na esquina com a Travessa das Flores. Ele e a namorada Tamires Carvalho de 19 anos, ficaram presos as ferragens e só foram retirados com a chegada do Corpo de Bombeiros de Varginha que teve que cortar o carro, com apoio do SAMU. Eles foram socorridos para o Pronto Atendimento Municipal (PAM) e depois, Nathan que teve traumatismo craniano e fraturas em várias partes do corpo foi transferido em estado grave ainda na madrugada de domingo (26), para o Hospital Bom Pastor de Varginha. Durante a tarde em um avião da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, usado para o transporte de tropas e remoções de pacientes, o jovem foi removido para o Hospital João XXII onde passou por várias cirurgias. Na tarde desta quinta-feira (30), ele não resistiu e morreu.

Até a publicação desta reportagem, a moça continuava internada na Unidade de Terapia de Intensiva (UTI) do Hospital São Francisco de Assis.

A perícia da Polícia Civil vai identificar as causas do acidente.

COMPARTILHAR

Comentários