Denis Pereira – A Voz da Notícia

Quem percorre a estrada vicinal que liga Três Pontas a Campos Gerais, reclama que a via está cheia de costelas e a poeira é muito grande

Dois rapazes foram vítimas de atropelamentos na estrada que liga Três Pontas e Campos Gerais. O acidente aconteceu a cerca de 1,5 quilômetro do perímetro urbano. Valdir Vilela de 56 anos e Peterson Neves de 21, estavam a caminho do Distrito do Quilombo Nossa Senhora do Rosário, onde iriam distribuir cestas básicas e brinquedos para o Dia das Crianças. A boa ação dos varginhenses foi interrompida, já que o motorista de um veículo não identificado, atropelou os dois que estavam a beira da estrada trocando um pneu que havia furado na caminhonete Tucson que eles estavam. O veículo fugiu do local sem prestar socorro às vitimas. Eles foram levados para o Pronto Atendimento Municipal (PAM), onde foram atendidos. A Polícia Militar também foi chamada.

Carro que motorista e passageiro estavam trocando o pneu, quando  foram atropelados
Carro que motorista e passageiro estavam trocando o pneu, quando foram atropelados
DSC03504
Miguel Martins percorre todos o trecho de estrada que segundo ele está em situação precária

 

A poeira certamente atrapalhou a visibilidade do motorista que estava em alta velocidade. Muita poeira e a situação crítica deste trecho é alvo de reclamação de quem todos os dias tem que pegar estrada todos os dias para chegar ao trabalho. É o caso do manejador de pragas Miguel Vitor Martins que já esteve por várias vezes na Prefeitura pedindo a manutenção da estrada, que segundo ele, está cheia de costelas e oscilações que dificulta o traslado, dele até a o Sítio Dadico, a 33 quilômetros da cidade. “Vou todos os dias trabalhar de moto e sofro com a estrada que está muito ruim e ainda enfrento a poeira que está enorme e realmente deixa a gente sem visão do que está ao nosso redor”, conta Miguel. Em contato com o vereador Chico Botrel, o manejador soube a cerca de 30 dias que os funcionários e as máquinas da Secretaria Municipal de Transportes e Obras estavam entre Três Pontas e Carmo da Cachoeira, porém, até hoje o que fizeram foi rapar a estrada para Campos Gerais, o que não resolveu os problemas. Outro pedido, é para que o caminhão pipa, jogue água na estrada para diminuir a poeira. Miguel Martins acredita que é obrigação da Prefeitura manter as estradas em boas condições, o que segundo ele, aconteceu no primeiro mandato do prefeito Paulo Luis Rabello, mas que neste está deixando a desejar. Nos 23 quilômetros que anda no Município de Três Pontas a estrada não está boa, mas no trecho que é mantido pela Prefeitura de Campos Gerais, no Distrito do Córrego do Ouro, a situação é bem diferente.

Por telefone, o Chefe de Manutenção de Estradas Roberto Donizeti Cardoso, disse que esta semana, a Secretaria de Transportes e Obras vai começar a manutenção desta estrada, do trecho da Fazenda Pinheiros começando na Fazenda Ponte Nova. Segundo ele, será feita a limpeza e o cascalhamento que deve começar na terça ou quarta-feira. Ele conta que a poeira é mesmo complicada em trecho de estrada sem pavimentação e que ela também dificulta o trabalho das máquinas que coloca os funcionários em alerta para não causar acidentes.

 

DSC03506

COMPARTILHAR

Comentários