É lei aprovada pela Câmara de Vereadores de Três Pontas, na sessão ordinária desta segunda-feira (24), que as lojas de conveniência que funcionam em postos de gasolina ou os vários estabelecimentos espalhadas pela cidade, devem fechar as suas portas a meia noite. A maioria tem horário para fechamento, já algumas enquanto tem clientes chegando estão atendendo, principalmente em postos de gasolina. Neste caso, tem algumas que funcionam 24 horas.

A mudança no Código de Posturas foi apresentada pelo vereador Francisco Fabiano Diniz (SD) e aprovada com o voto contrário apenas do vereador Antônio do Lázaro. O vereador José Henrique Portugal não participou. O professor Popó disse que foi procurado por algumas pessoas que pediram que ele apresentasse a mudança, já que no Código de Posturas não existe conveniência, algumas estão incluídas como mini mercados e neste caso, funcionando irregularmente, já que não fecham no horário.

No projeto de lei 013 de 10 de novembro fica claro que as conveniências poderão funcionar em horários especiais, de 6:00 da manhã as 24 horas, ou seja até a meia noite, todos os dias da semana, inclusive feriados. Uma justificativa é que é preciso regulamentar o horário, evitando problemas com os demais estabelecimentos comerciais.

Loja de conveniência é a ‘salvação’

A loja de conveniência representa um dos símbolos do mundo contemporâneo. Quem nunca esqueceu de comprar um produto durante o dia e precisou correr numa destas lojas. Com a correria do dia a dia nas grandes cidades e seus problemas crescentes de mobilidade urbana, as compras dos chamados produtos de conveniência são realizadas em horários noturnos e em locais estabelecidos no trajeto trabalho-casa. Cada vez mais consumidores se dispõem a pagar mais caro para adquirir estes produtos de forma rápida e cômoda.

Segundo pesquisa do Instituto Sinergia, a média de visitas às lojas de conveniência é de até seis vezes por semana, com maior frequência nas sextas e sábados à noite. O tempo de permanência dentro da loja é de nove minutos e o gasto médio de R$ 10. Cigarros e refrigerantes são os itens mais vendidos. Postos de combustíveis são os locais preferidos para a instalação das lojas. Em Três Pontas a maioria dos postos tem conveniência e outras estão instaladas nos mais diversos pontos da cidade, principalmente no centro, onde o movimento nos fins de semana é grande.

Os principais produtos vendidos em lojas de conveniência são bebidas, salgados, doces, pratos congelados, sorvetes, cigarros e materiais de higiene e limpeza. Muitas lojas possuem uma infinidade de itens para venda.

Há 20 anos, este tipo de comércio funcionava como um substituto para supermercados que não abriam no período noturno, vendendo miudezas e produtos básicos. Com o tempo, isto mudou e tem até aqueles que são correspondente bancário.

COMPARTILHAR

23 Comentários

  1. Amigos, me desculpem os termos e também me desculpe meu grande amigo professor popó… mas essa três pontas está é virando uma cidade de vagabundos!!! … se não quer trabalhar fora de horário, que mude de profissão, mas não atrapalhe quem faz disso seu ganha pão. Claro que o objetivo dessas leis até onde vai o meu entendimento, é pra regulamentar algumas coisas que estão fora de eixo e favorecer as pessoas que querem um descanso a mais… só que não concordo de maneira alguma que isso interfira na vida de outras pessoas que precisam e querem ganhar um pouco a mais nesses horarios onde há uma boa oportunidade. Defendo sim que isso tudo seja regularizado e que todas as pessoas de nossa cidade descansem bastante e estejam bastante felizes, mas não é assim que as coisas vao se resolver… sem mais declarações!

  2. Três Pontas é um lugar em Minas onde já teve. JÁ TEVE FERROVIA, JÁ TEVE GINÁSIO SÃO LUIS, ESCOLA CORAÇÃO DE JESUS, USINA BOA VISTA , JÁ TEVE ESCRITÓRIOS EXPORTADORES DE CAFÉ, JÁ TEVE UM GRANDE TIME DE FUTEBOL PROFISSIONAL, GRANDES TORNEIOS AMADORES NO GINÁSIO S. LUIS, O MELHOR CARNAVAL DE MINAS, A MELHOR EXPOSIÇÃO DA REGIÃO e hoje Três Pontas se orgulha em ser o melhor bairro de Santana da Vargem. O empreendedor quer trabalhar e os Srs. Vereadores não permitem.

  3. Vai fazer o que prometeu na campanha: cuidar dos cães que estão por toda parte e deixa o povo trabalhar , divertir. Que lei mais besta, então, pra quê servem as lojas de conveniência?! Justamente, pra servir na madrugada. E assim a cidade vai tomando aquela forma de roça novamente.

  4. E desse jeito ai que prometeram???? Acho que nao ne!!! Nao tem explicaçao isso ai nao!!! Alguem ta ganhando com isso??? Pq so pra prejudicar empresarios ,,trabalhadores e populaçao ne possivel!!! Tres pontas nao tem nenhum incentivo com lazer!!! Ha noite ja nao tem farmacia, nao consegue pegar um taxi!! SINCERAMENTE UMA VERGONHA!!! POR FAVOR NAO REELEJAM NINGUEM !!!! PRA NADA..

  5. Para que serve uma Loja de Conveniência??? Se não é para o povo comprar de madrugada!!! Tem vereador que foi eleito para cuidar dos cachorros, a cidade ta abarrotada de cães nas ruas pois fazer lobby para os empresários que se sentem lesados com o comércio noturo é mais rentável, eles fazem doações eleitorais para campanha!

  6. A nossa cidade precisando de empregos e vem um vereador sem o que fazer, desocupado com a mente vazia um ignorante vem com uma lei sem pé nem cabeça. Porque as conveniencias e para ajudar os cidadoes, realmente eu tenho 5 funcionarios com essa lei tres estao na rua e vao ter que pedir empregos para os vereadores… A POPULAÇAO VOTOU AGORA AGUENTA!

  7. Fecham-se as conveniências, abrem-se as bocas de fumo. Deve ser por isso que cada vez mais escuto falar: ‘Três Pontas não tem alternativa, por isso tanta gente procura as drogas para se divertir’.

  8. Simplesmente ridículo, pagar esta câmara para conceder títulos de cidadão honorário ( qual a utilidade disso? ) e impedir as pessoas de trabalhar / comprar.
    Da forma que estão conduzindo a cidade, vamos ser um bairro mais afastado de Santana da Vargem e logo!!!

  9. Só observo rs A cidade está cada dia mais parada…a noite acabôoooooooooooooooooo ande numa noite de sexta, sábado ou domingo e depois me conta…só mesmo as festinhas com as vaquinhas de amigos.

  10. Vocês são pagos para atender aos anseios da população, é extremamente uma grande vergonha, visto que há em Três Pontas vários problemas relacionados à geração de empregos, saúde. Enfim, fica evidente que os vereadores parecem fugir dos compromissos, fingem não ter o que fazer!

  11. Três Pontas tem todos os atributos para ser umas das melhores cidades de Mg, porém aqueles que trabalham para o povo não justificam seus voto. Cade as promessas de eleição, é só a pessoa ser eleita que muda o discurso. Não moro ai mais pois nem por isso me preocupo menos com o bem estar da cidade e dos cidadãos e familiares que ai estão.

  12. RESPEITO TODAS A OPINIÕES, PORÉM ACHO QUE TEM VÁRIAS PESSOAS QUE NÃO ENTENDERAM O PROJETO.

    O ART. 172 DO CÓDIGO DE POSTURAS MUNICIPAL DISPÕE:

    Art. 172 – Por motivo de conveniência pública, poderão funcionar em horários
    especiais os seguintes estabelecimentos:

    I-Varejistas de frutas, legumes, verduras, aves e ovos:
    a)Nos dias úteis – das 6 às 18 horas.

    II- Varejistas de peixe:
    a)Nos dias úteis – das 6 às 18 horas.
    b)Nos domingos e feriados – das 5 às 12 horas.

    III-Açougues e varejistas de carnes frescas:
    a)Nos dias úteis – das 5 às 18 horas.
    b)Nos domingos e feriados – das 5 às 12 horas.

    IV-Padarias:
    a)Nos dias úteis – das 5 às 22 horas.
    b)Nos domingos e feriados – das 5 às 18 horas.

    V-Farmácias
    a)Nos dias úteis – das 8 às 22 horas.
    b)Nos domingos e feriados – no mesmo horário, para os estabelecimentos que
    estiverem em plantão, obedecida a escala organizada pela Prefeitura.

    VI-Restaurantes, bares, botequins, confeitarias, sorveterias e bilhares:
    a) Nos dias úteis – das 7 às 24 horas.
    b) Nos domingos e feriados – das 7 às 2 horas.

    VII-Agências de aluguel de bicicleta e similares:
    a)Nos dias úteis – das 6 às 22 horas.
    b)Nos domingos e feriados – das 6 às 22 horas.

    VIII-Charutarias e “bombonieres”
    a)Nos dias úteis – das 7 às 22 horas.
    b)Nos domingos e feriados – das 7 às 22 horas.

    IX-Barbeiros, cabeleireiros, massagistas e engraxates:
    a)Nos dias úteis – das 8 às 20 horas.
    b)Nos sábados e vésperas de feriados o encerramento poderá ser feito às 22 horas;

    X-Cafés e leiterias:
    a)Nos dias úteis – das 5 às 22 horas.
    b)Nos domingos e feriados – das 5 ás 12 horas.

    XI-Distribuidores e vendedores de jornais:
    a)Nos dias úteis – das 5 às 24 horas.
    b)Nos domingos e feriados – das 5 às 20 horas.

    XII-Lojas de flores e coroas:
    a)Nos dias úteis – das 7 às 22 horas.
    b)Nos domingos e feriados – das 7 às 12 horas.

    XIII-Carvoarias e similares:
    a)Nos dias úteis – das 6 às 18 horas.
    b)Nos domingos e feriados – das 6 às 12 horas.

    XIV-“Dancings”, cabarés e similares:
    Das 20 às 2 horas da manhã seguinte.

    XV-Casas de Loteria:
    a)Nos dias úteis – das 8 às 20 horas.
    b)Nos domingos e feriados – das 8 às 14 horas.

    XVI-Os postos de gasolina e as empresas funerárias:
    Poderão funcionar em qualquer dia e qualquer hora.

    XVII- Academias de tratamento, esporte e modelação física:
    Nos dias úteis: das 06:00 às 22:00 (acrescido pela Lei nº 2.812, de 09 de julho de
    2007).

    AGORA PERGUNTO ? ALGUÉM ENCONTROU NA RELAÇÃO ACIMA ALGUMA CATEGORIA RELACIONADA A LOJAS DE CONVENIÊNCIA ?

    O PROJETO VEIO PARA REGULAMENTAR UMA SITUAÇÃO IRREGULAR, VEZ QUE, NENHUMA DAS LOJAS DE CONVENIÊNCIA DA CIDADE POSSUEM O ALVARÁ DE FUNCIONAMENTO COM A FINALIDADE ESPECÍFICA. AS LOJAS JÁ EXISTENTES POSSUEM ALVARÁ COM O HORÁRIO REDUZIDO AO PROPOSTO PELO PROJETO DE LEI, ESTANDO DE CERTA FORMA FUNCIONANDO IRREGULARMENTE.

    FIQUEI SURPRESO COM A REPERCUSSÃO, INCLUSIVE DE PESSOAS DO RAMO E COM INTERESSE PESSOAL NO ASSUNTO E QUE DEVERIAM TER TOTAL CONHECIMENTO, MAS ACHO QUE ANTES DA EXPRESSÃO É PRECISO UM POUCO MAIS DE ESCLARECIMENTO.

  13. Acho que devo uma explicação a vocês. No Município de Três Pontas, em seu código de postura, não existe o funcionamento de conveniências, todos tem o alvará de mini mercado ou de distribuidora de bebidas e teriam que ter seu fechamento por volta das 6 horas da tarde. Um determinado estabelecimento que funciona como “conveniência” teve algumas representações no Ministério Público por estar causando desconforto a vizinhança. Se o MP tivesse que tomar alguma providencia ele teria que fechar todas as lojas que funcionam como conveniência. Fui procurado por alguns donos de conveniência para tentar ajeitar a situação e foi o que fiz. Eu não criei uma lei para alterar o horário de funcionamento de algo que não existia, o que fiz foi criar uma lei para adicionar no código de postura do município as lojas de conveniência e foi estipulado um horário. Estou sendo procurado por algumas pessoas para passar o horário de funcionamento para 24 horas e vou analisar com o jurídico da Câmara Municipal e vou ver o que é melhor para todos. De maneira alguma tenho a intenção de prejudicar ninguém. Espero que tenham entendido o meu intuito. Abraços do Professor Popó. (Acho que o título da matéria não ficou muito legal.)

  14. Na minha opinião o horário de funcionamento do comércio deveria ser estabelecido pelos próprios empresários em acordo com os funcionários que também tem interesse nesse assunto, por isso deveria ver os dois lados, os comerciantes pagam seus impostos e geram empregos, e por outro lado a opinião dos funcionários que também não podem se submeter a trabalho excessivo, agora fechar as lojas de conveniência a meia noite é praticamente um toque de recolher!!!!

  15. q vergonha , qta coisa precisando ser mudado em 3 Pontas,e os vereadores preocupados em fechar loja de conveniência ?deixem os donos dos estabelecimentos dar emprego ao pobre trabalhador,q honestamente ganha seu salário trabalhando até de madrugada., quem inventou isto aí deveria nunca mais ser eleito , SRS vereadores façam jus aos seus salários.e nâo esqueçam vcs sâo empregados do povo Trespontano

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here