Tornar habitual nos eventos que Três Pontas recebe ou sedia, uma Praça de Alimentação é a proposta que a Associação Comercial e Agro Industrial de Três Pontas (ACAI-TP), apresentou aos comerciantes do ramo alimentício, na Sala 2 da entidade na tarde desta terça-feira (18).

Esta primeira será quando a Cidade recebe milhares de pessoas para a Festa do Aniversário de Morte do Venerável Padre Victor, no próximo mês de setembro. A estrutura estará estrategicamente instalada ao lado da Avenida Oswaldo Cruz, em uma área de 2,5 mil metros quadrados, na sequência da Rua Coronel João Cândido dos Reis, no terreno onde sempre aportam circos e parques.

A área será toda fechada. No centro, mesas e cadeiras vão dar comodidade e conforto aos romeiros, devotos e turistas e barraqueiros, para almoçarem, jantarem ou tomar um lanche. O local tem capacidade para abrigar 60 estabelecimentos de empreendedores, que poderão entre os dias 22 e 24 de setembro, ininterruptamente, usufruir de uma estrutura adequada, obedecendo critérios e normas de higiene e segurança.

Para facilitar a liberação do Corpo de Bombeiros e os alvarás da Prefeitura e da Vigilância Sanitária, os comerciantes não prepararão os alimentos no local, mas contarão com rede de água, esgoto e energia elétrica. A Praça terá equipes de segurança durante todo o tempo.

02
Comerciantes e empreendedores do ramo de alimentação acompanharam a apresentação e deram sugestões ao novo projeto

Para o presidente da ACAI Michel Renan Simão Castro, é hora de profissionalizar no atendimento aos romeiros, ainda neste momento histórico para o turismo religioso de Três Pontas, quando o aumento no número de visitantes será inevitável, não apenas na Festa do Padre Victor em setembro, como também durante todo o ano. “O atendimento aos turistas é precário, ruim e os estabelecimentos não estão ainda enxergando a nova fase que a Cidade viverá por conta deste grande acontecimento”, relata Michel. Ele é incisivo ao dizer, que é preciso demonstrar simpatia, atender bem e oferecer produtos de qualidade, para fazer com que os romeiros voltem em outras épocas do ano.

A Festa do Padre Victor movimenta hoje em torno de 50 a 60 mil pessoas no mês de setembro e 30 mil no restante do ano. Eles tem um gasto médio de R$50.

Com a beatificação do Venerável, pelos cálculos da Associação Comercial, isto poderá chegar a alcançar 300 mil pessoas só no mês de setembro e mais 300 mil pessoas nos outros 11 meses do ano, contabilizando cerca de 28 mil pessoas por mês, em torno de mil pessoas por dia nos outros meses. No mês de setembro seria em torno de 300 mil pessoas, com um gasto médio de R$150 por pessoa.

Quem demonstrou a ideia do projeto foi o gerente da ACAI Hélio de Carvalho Júnior. Alguns pontos ainda estão sendo discutidos e os próprios comerciantes que tem prática e costume podem dar sugestões diretamente na sede da Associação.

A ACAI está levantando os custos e até a próxima sexta-feira (21), terá o valor que vai ficar esta primeira Praça de Alimentação, que deverá sem replicada em festas como a beatificação de Padre Victor em novembro, a Expocafé, e o Festival Música do Mundo.

O cronograma mostra que o local poderá ser ocupado a partir do meio dia do 22 de setembro e deverá ser entregue no dia 24, um dia depois da Festa no mesmo horário.

Para participar, o comerciante precisa ser obrigatoriamente ser filiado a ACAI-TP. Aqueles que ainda não desfrutam de vantagens como esta ao integrar uma das entidades mais respeitadas do Município pode se associar imediatamente e garantir vaga neste projeto inovador.

03

COMPARTILHAR

Comentários