* Turistas terão que pegar estrada ao invés de atravessar o lago na balsa por causa da falta de chuva

Denis Pereira – A Voz da Notícia

Os turistas e moradores que utilizam da balsa para passar pelo Lago de Furnas nas cidades de Elói Mendes, Paraguaçu e o Distrito do Pontalete em Três Pontas precisam ficar atentos, já que o transporte será interrompido por causa da baixa do lago. A falta de chuva e o período seco, vem provocando a diminuição no volume da água, são cerca de 10 centímetros por dia. Com o lago tão baixo, troncos de árvores e pontes que ficam submersas são expostos, apresentando um risco para a navegabilidade, ainda mais quando carros, caminhões e pessoas são colocados na balsa. Para evitar que ela encalhe, os balseiros que estão monitorando diariamente o nível do lago, informaram a Prefeitura que por causa da seca o serviço estará parado durante o Carnaval. E se não voltar a chover, a balsa pode parar definitivamente até que o volume do nível da água volte ao normal.

O prefeito Paulo Luis Rabello esteve pessoalmente no Pontalete para verificar o que os balseiros haviam informado e constatou que a navegação está trazendo problemas com o maquinário que está deslizando em bancos de areia e barro, dificultando o transporte de pessoas e de veículos. Segundo o prefeito, os balseiros irão fazer e assinar um documento para a Prefeitura há riscos para quem venha a ser transportado. A notícia vem justamente quando a Secretaria de Cultura atende a uma reivindicação de anos e preparou uma programação especial para quem vai passar os quatro dias de Carnaval no maior ponto turístico de Três Pontas, com desfile dos blocos e shows. “Preparamos bem o Carnaval para o Pontalete, a altura das pessoas daqui e dos turistas que por lá aportam de vários rincões do Brasil, mas infelizmente, isto está acontecendo por causa das condições climáticas”, disse Paulo Luis.

COMPARTILHAR

Comentários