O final de ano está chegando, as festas natalinas e logo será férias escolares. O que deveria ser um período de alegria é, na verdade, motivo de apreensão para os profissionais que trabalham na Agência Transfusional, do Hospital São Francisco de Assis de Três Pontas.

O problema é que os doadores regulares de sangue costumam sair de férias, viajam ou simplesmente mudam sua rotina diária, o que acaba derrubando os estoques de sangue. Para agravar o cenário, nesse mesmo período aumentam os acidentes e os casos de urgência na rede hospitalar e elevando a demanda.

“Convidamos a comunidade trespontana e todos que podem doar. Aqueles que já doaram e aqueles que ainda nunca doaram e atendam os requisitos para nos ajudar”, afirmou o técnico de enfermagem e captador de sangue Aislan José Silva Lino. Segundo ele, todos os tipos sanguíneos são necessários e fundamentais, já que é feito um sistema de troca com o Hemominas.

Em setembro deste ano, o Banco de Sangue esteve com seu estoque perto do zero e as pessoas internadas na Santa Casa que precisavam de transfusão já não estavam conseguindo ser atendidas de forma adequada. Chegou até a ser anunciado que se as pessoas não se conscientizarem da necessidade de doarem, cirurgias poderiam ser adiadas.

Quem deseja ajudar, deve entrar e contato pelos telefones 3265-9700, 3265-9749, 3265-9716 ou ir diretamente ao Hospital para ter mais informações e esclarecimentos. A Santa Casa disponibiliza transporte gratuito aos doadores todas as sextas-feiras com saída as 6:00 da manhã, porém, é preciso fazer o agendamento antecipadamente.

O que é preciso para doar sangue

Alguns critérios ter que ser obedecidos para ser um doador. É preciso ter entre 16 e 69 anos de idade. Porém, menores de 18 anos são obrigados a apresentar autorização dos pais, que é emitida pelo próprio Banco de Sangue de Três Pontas para ser preenchida. Dos 60 aos 69 anos, é necessário comprovar que já foi feita uma doação antes dos 60.

Além disso, é essencial estar bem de saúde, não ter pressão alta, diabetes, ter tido hepatite após os 11 anos de idade, fazer o uso de medicamentos controlados e estar usando alguns hipertensivos para pressão alta. Neste último caso, depende de uma avaliação médica que é feita no próprio Hemominas.

Não podem doar provisoriamente durante um ano – quem fez tatuagem, colocou piercing, fez cirurgia, ou algum tratamento dentário, se estiver resfriado ou tomou alguma vacina.

(Foto: Arquivo – Equipe Positiva)

COMPARTILHAR

Comentários