A Polícia Militar de Três Pontas já sabe pelo menos quem é um dos assaltantes que levou a caminhonete de um produtor rural na tarde desta segunda-feira (19), na zona rural de Três Pontas.

Ele agiu novamente e desta vez levou um Fiat Spazio, popularmente conhecido por Fiat 147, que estava no Distrito do Pontalete. De acordo com o boletim de ocorrências que a PM registrou, na tarde desta terça-feira, um pescador estava sobre a ponte que dá acesso ao município de Paraguaçu, quando foi abordado por um rapaz claro, cabelos claros e barba loira, que estava armado com uma arma de fogo. Ele pegou as chaves do automóvel e fugiu em direção a estrada que liga Pontalete ao Distrito do Quilombo Nossa Senhora do Rosário. O carro foi encontrado abandonado na manhã desta quarta-feira (21), em uma estrada vicinal e foi apreendido.

Agora, a PM já sabe que este é um dos assaltantes, que no fim da tarde de segunda-feira, colocou galhos de árvores na estrada de acesso a Fazenda Ponte Nova para roubar uma caminhonete Hillux. A dupla aproveitou que o produtor desceu para desobstruir o caminho e anunciou o assalto, armados com revólver e um facão. A dupla amarrou a vítima e fugiu no veículo que foi encontrado poucas horas depois abandonado em um cafezal. Apesar de todos os esforços dos homens e mulheres da Polícia Militar, ninguém foi preso. Eles levaram documentos, cartões de crédito, talão de cheques e uma pequena quantidade de dinheiro.

O principal suspeito é Júlio César Pereira, “Alemão”, que estava preso no Presídio de Três Pontas e foi beneficiado, por conta da saidinha do fim de ano e ainda não voltou. Um mandado de prisão contra ele já foi expedido pela Justiça. A esposa dele, Valéria Maria Pereira de 30 anos, inclusive tentou trocar uma folha de cheque de Luis Nogueira em um supermercado do distrito mas não conseguiu. Valéria ficou conhecida na região por tentar entrar no Presídio de Três Pontas, com dois tabletes de maconha, pesando cerca de 50 gramas, que estavam escondidos na vagina. Valéria Maria Pereira já é conhecida da polícia, tem passagem por homicídio e já esteve presa na Penitenciária de Três Corações.

Qualquer informação sobre o paradeiro de Alemão, pode ser repassada a PM (190) e não é preciso se identificar. A ficha criminal dele é extensa.

COMPARTILHAR

Comentários