O bebê que foi abandonado na porta da casa de um pintor na manhã de sexta-feira (1º), no bairro Vila Marilena, deve receber alta nesta segunda-feira (04), da Maternidade Nossa Senhora de Fátima.

O menino foi socorrido pelo SAMU e chegou bem na Maternidade. Ele ainda não ganhou um nome, mas recebe o carinho especial da equipe médica e de enfermeiros e está super bem de saúde. De acordo com o diretor clínico do Hospital São Francisco de Assis, Dr. Geovanne Barros, a rapidez ao ser socorrido foi fundamental e não está fazendo uso de nenhum medicamento. “Pela condição que ele chegou na Maternidade, ele não deve ter ficado muito tempo naquela condição”, afirma. O recém nascido deve ser encaminhado após a alta hospitalar, para a Casa Lar em Três Pontas.

O menino nasceu pesando 2,2 quilos. Quem o encontrou bebê foi o pintor Ruan Fabiano da Silva de 26 anos. O companheiro dele saiu para trabalhar e encontrou uma mochila na porta de casa. Eles desconfiaram do que seria e quando abriram, encontraram o recém nascido, dentro da mochila, enrolado em um cobertor, ainda com o cordão umbilical e sujo de sangue, demonstrando que havia nascido a pouco tempo. Apavorado, ele então ligou para sua mãe que é enfermeira e o levou até lá dela na mesma rua. Em seguida, a família acionaram a Polícia Militar e o SAMU para fazer o socorro.

A Polícia Civil investiga o caso e procura a mãe que abandonou o bebê.

COMPARTILHAR

Comentários