O Banco Industrial do Ceará (BICBANCO) e o prefeito de Santana da Vargem, Vitor Donizetti Siqueira – Vitor Eloi (PT), assinaram nesta sexta-feira (19) o contrato de Parceria de Habitação para construção de mais 60 moradias populares do Minha Casa, Minha Vida – sub 50. A obra de construção ficará a cargo da Associação Comunitaria Vargense (ACV).

As 60 unidades populares que correspondem a um total de 24% do previsto no programa de governo – 2013/2016, cerca de 250 unidades, serão divididas em três etapas. Somente estas 60 unidades serão construidas pela Associação Comunitária Vargense, as outras etapas, serão confeccionadas pelas empresas interessadas.

Para o coordenador de Habitação e Regularização Fundiária do Município, Everton Paulo Araújo (Paulinho) a liberação dessas moradias deve acontecer em agosto pelo  BICBANCO e a previsão de entrega é até o final  do ano.

O prefeito Vitor Eloi comemorou a assinatura do contrato e afirmou que pode ser chamada de “moradia” uma casa que tem infraestrutura (calçamento, energia e água). Ele justificou que a demora de dois anos para o projeto começar a sair do papel, foi devido a falta de lotes por parte do Município. Isto sem falar no projeto arquitetonico que também demora para ser aprovado. “Hoje em dia não se aprova um projeto a toque de caixa”, afirmou.

Segundo o prefeito, essas moradias de interesse social deverão ser construídas no terreno da Prefeitura.

O contrato assinado na semana passada, prevê também que a Associação será responsável  pelo serviço de desenvolvimento de Trabalho Técnico Social de Pré e Pós-Ocupação, das familias beneficiadas.

Investimentos

O investimento para a compra do material de construção será do Governo Federal. O valor previsto é de R$ 2,1 milhões. A contrapartida do Município de Santana da Vargem, será a disponibilidade dos 60  lotes aos beneficiários. A participação financeira da Prefeitura será equivalente a R$ 156 mil.

COMPARTILHAR

Comentários