A última rodada do Campeonato Brasileiro foi marcada por tragédia na cidade de Joinville, com briga generalizada entre as torcidas de Atlético-PR e Vasco da Gama; como também decretou o já esperado rebaixamento do Fluminense e também do Vasco da Gama à Série B de 2014. Eles vão fazer companhia a Ponte Preta Náutico, que já estavam rebaixados

O Vasco da Gama foi goleado pelo Atlético-PR, por 5 a 1, na Arena Joinville, palco de cenas lamentáveis de confrontos entre torcedores dos dois times. Cai um dia após comemorar a sua primeira queda para a Série B. O Fluminense caiu pela quarta vez. E conseguiu um feito inédito: foi campeão ano passado e agora rebaixado em 2013. Em 1998 caiu para a Série C, subindo em 1999 para a Série B, depois foi “empurrado” para a Série A

O Fluminense precisava vencer e ainda contar com uma combinação de resultados para não cair. Até venceu o Bahia, por 2 a 1, na Fonte Nova, mas o Coritiba empatou com o São Paulo e acabou rebaixando o time das Laranjeiras. O resultado deixou o time carioca na 17.ª posição, com 46 pontos – mesmo número que o Criciúma, mas com menos vitórias: 13 a 12. Enquanto isso, os baianos ficaram com 48 e em 14.º lugar.

Quem se livrou do descenso foi o Coritiba, que bateu o São Paulo, por 1 a 0, no Estádio Novelli Júnior, em Itu (interior de São Paulo). O único gol da partida foi anotado pelo zagueiro Luccas Claro, ainda no primeiro tempo. O Coxa encerrou o Brasileirão com 48 pontos e em 13.º. Já o Tricolor, com 50, ficou em nono.

Já rebaixada, a Ponte Preta foi a Caxias do Sul e arrancou empate com o Internacional, por 0 a 0. O time campineiro, focado na decisão da Copa Sul-Americana, chegou aos 37 pontos e permaneceu na 19.ª posição. O Inter, que corria risco de descenso, fechou o ano com apenas o 15.º lugar, com 48 pontos.

Na parte de cima da tabela
Cruzeiro já foi campeão, por isso restou apenas a briga pela vaga na Libertadores. Na capital paulista, o Grêmiosegurou 0 a 0 com a Portuguesa, no Canindé, e confirmou sua presença direta na fase de grupos do torneio Continental. Além de ser o vice-campeão brasileiro. A terceira vaga ficou com o AtléticoPR, mesmo assim entrando na fase de pré-Libertadores.

O resultado levou o Imortal aos 65 pontos, mas o manteve na vice-liderança. A Lusa foi aos 48 e terminou em 13.º. Méritos do técnico Guto Ferreira.

No Rio, o Botafogo espantou a desconfiança com vitória sobre o Criciúma, por 3 a 0, no Maracanã. Lodeiro, Elias e Seedorf marcaram para o Glorioso, que terminou em quarto lugar, com 61 pontos. O detalhe é que o time carioca só vai para a pré-Libertadores caso a Ponte Preta não seja campeão da Copa Sul-Americana.

O Criciúma se livrou do rebaixamento mesmo com o revés na Cidade Maravilhosa. O Tigre, comandado por Argel Fucks, ficou com 46 pontos e em 16.º, igaul em pontos do Fluminense, mas com vitórias a mais: 13 a 12.

Goiás e Vitória dançaram do G4
Quem “pipocou” foi o Goiás, que acabou goleado pelo Santos, por 3 a 0, em pleno Serra Dourada, em Goiânia. Cícero e Montillo (duas vezes) fizeram para o Peixe, que chegou aos 57 pontos e assumiu a sétima posição. Os goianos, com boas chances de chegar a Libertadores, permaneceram com 59 e em sexto lugar.

Por fim, em Belo Horizonte o Vitória empatou com o Atlético-MG por 2 a 2. O confronto marcou o retorno do meia Ronaldinho Gaúcho aos gramados, uma vez que estava parado por causa de contusão. O Vitória chegou aos 59 pontos e terminou o campeonato em quinto lugar. O Galo ficou com 57 e em oitavo.

Confira os resultados da 38ª rodada
Flamengo-RJ
1
x
1
Cruzeiro-MG
Náutico-PE
1
x
0
Corinthians-SP
Botafogo-RJ
3
x
0
Criciúma-SC
São Paulo-SP
0
x
1
Coritiba-PR
Bahia-BA
1
x
2
Fluminense-RJ
Internacional-RS
0
x
0
Ponte Preta-SP
Goiás-GO
0
x
3
Santos-SP
Atlético-MG
2
x
2
Vitória-BA
Atlético-PR
5
x
1
Vasco da Gama-RJ
Portuguesa-SP
0
x
0
Grêmio-RS
Clube PG J V E D GP GC SG A%
Cruzeiro-MG 76 38 23 7 8 77 37 40 66,7
Grêmio-RS 65 38 18 11 9 42 35 7 57,0
Atlético-PR 64 38 18 10 10 65 49 16 56,1
Botafogo-RJ 61 38 17 10 11 55 41 14 53,5
Vitória-BA 59 38 16 11 11 59 53 6 51,8
Goiás-GO 59 38 16 11 11 48 44 4 51,8
Santos-SP 57 38 15 12 11 51 38 13 50,0
Atlético-MG 57 38 15 12 11 49 38 11 50,0
São Paulo-SP 50 38 14 8 16 39 40 -1 43,9
10º
Corinthians-SP 50 38 11 17 10 27 22 5 43,9
11º
Flamengo-RJ 49 38 12 13 13 43 46 -3 43,0
12º
Portuguesa-SP 48 38 12 12 14 50 46 4 42,1
13º
Coritiba-PR 48 38 12 12 14 42 45 -3 42,1
14º
Bahia-BA 48 38 12 12 14 37 45 -8 42,1
15º
Internacional-RS 48 38 11 15 12 51 52 -1 42,1
16º
Criciúma-SC 46 38 13 7 18 49 63 -14 40,4
17º
Fluminense-RJ 46 38 12 10 16 43 47 -4 40,4
18º
Vasco da Gama-RJ 44 38 11 11 16 50 61 -11 38,6
19º
Ponte Preta-SP 37 38 9 10 19 37 55 -18 32,5
20º
Náutico-PE 20 38 5 5 28 22 79 -57 17,5

Fonte: Futebol Interior

 

COMPARTILHAR

Comentários