Depois de passar por uma criteriosa avaliação da Prefeitura e do Governo Federal, as 316 famílias beneficiadas com o Programa Minha Casa Minha Vida em Três Pontas participaram na tarde desta quarta-feira (02), no Ginásio Poliesportivo Governador Aureliano Chaves de Mendonça, do sorteio dos futuros endereços no Conjunto Residencial Jardim das Esmeraldas.

As residências constríidas pela Construtora Cheren estão prontas e serão entregues em 21 de dezembro, data previamente agendada pelo Governo Federal, para que os contemplados recebam as chaves e possam enfim mudar para a casa própria e ver o sonho se tornar realidade.

Demonstrando transparência, foi o próprio prefeito Paulo Luis Rabello (PPS) quem sorteou todas as famílias – primeiro os deficientes, depois idosos e por fim as demais famílias. Os nomes e os endereços foram colocados em caixas de acrílico transparentes no centro da quadra do Poliesportivo. O gestor sorteou o nome e foi o próprio contemplado quem sorteou o seu endereço, com o nome da rua, número da casa e do lote e a quadra. Em seguida, eles foram atendidos pelos técnicos da Secretaria Municipal de Assistência Social onde assinaram a Ata que já vincula a pessoa à aquele imóvel sorteado e foram informados sobre o agendamento das vistorias que vão começar nos próximos dias.

Orientações fundamentais

Apenas as famílias beneficiadas entraram no Ginásio. Ansiosos eles ouviram as orientações antes do sorteio. O07 gerente da gerência executiva de habitação de Poços de Caldas (da Caixa Econômica Federal do Sul de Minas) Gilmar Geraldo da Silva (foto) explicou que as famílias devem cuidar dos imóveis, criar no novo bairro um ambiente agradável de amizade e companheirismo.

Sobre o pagamento, contou que as prestações variam de R$25 a R$80, que devem ser pagas em dia, para não correrem o risco de perderem a residência. A partir do momento que assinam a documentação, eles estão cientes de que jamais serão beneficiados em outros programas de habitação social. Rejeitar o benefício agora para se inscrever em qualquer outra localidade do Brasil é impossível, pois os dados são cruzados no sistema da Caixa. Emprestar, alugar ou vender é expressamente proibido, com pena da família ser substituída por outros que precisam e se enquadre nos critérios, como determina o Programa Minha Casa Minha Vida. Agora, será agendado uma data que ainda não foi definida para a assinatura dos contratos com a Caixa.

Orgulho da Administração

06Concluir este conjunto habitacional e entregar à população enche o prefeito Paulo Luis de orgulho e dá sentido ao trabalho diuturnamente realizado pela sua Administração. Ao se dirigir às famílias que aguardavam o sorteio, ladeados pelos vereadores Alessandra Sudério e do presidente da Câmara Luis Carlos da Silva, o Chefe do Executivo pediu que os católicos rezassem e os evangélicos orassem por todos aqueles que torceram contra o empreendimento e consequentemente em desfavor da população. Segundo ele, tentaram [a oposição] impedir e prejudicar de todas as formas a construção do Jardim das Esmeraldas.

Agradecendo os parceiros, citou a Câmara Municipal, a Secretaria de Assistência Social, os servidores e a Caixa Econômica que sempre esteve ao dispôs para tornar tantos sonhos como estes em realidade. O prefeito estava acompanhado da primeira dama e secretária de Assistência Social Maria de Fátima Carvalho Mendonça Rabello, de vários secretários e assessores, além de servidores da Caixa Econômica Federal.

“Presente de Deus, um sonho realizado”

09

É este o sentimento de Regiane Vitar da Silva de 32 anos (foto acima). Ela foi a primeira sorteada pelo prefeito e vai morar na Rua Maria Luiza Carvalho 15, quadra 12, lote 31. “Foi um presente de Deus que não tem explicação, que eu espero há muito tempo”, comemora a dona de casa. Atualmente ela mora em uma casa de quatro cômodos no bairro Jardim das Acácias e todos os meses é um sacrifício para pagar R$250 de aluguel. Regiane já havia se inscrevido outras vezes e desta vez, teve fé e tinha a certeza que o sonho estava próximo.

11Um dos primeiros sorteados foi Jean Valcimar Leite de 34 anos. Ele é cadeirante há 8 anos, mora de aluguel com a mãe, a irmã e dois sobrinhos. A partir do próximo mês, a casa dele vai ser na Rua Dr. Antônio Fagundes de Souza 114, quadra 15, lote 11.

O empreendimento residencial Jardim das Esmeraldas fica em uma área de 169.400 m², na saída para Campos Gerais e as obras feitas edificadas pela Construtora Cheren de Lavras.  O investimento na ordem de R$ 18,9 milhões, são do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR). Foram realizadas mais de 3 mil inscrições.

COMPARTILHAR

Comentários