A Câmara Municipal fez sua tradicional sessão na noite desta segunda-feira (02) e aprovou dois projetos de leis e um parecer contrário da Comissão de Justiça e Redação a um projeto do vereador Luis Carlos da Silva (PPS).

A pauta não teve grandes discussões e como as propostas são de dar nomes às vias, apenas os autores se pronunciaram , pediram o voto e defenderam as homenagens como forma de reconhecer personalidades trespontanas. Primeiro, do vereador Antônio Carlos de Lima (PSD) que apresentou o nome de Dejacir Piedade de Mesquita em um trecho de estrada vicinal, que tem início na estrada Dr. Glimaldo Paiva (trevo da Figueira), até a divisa com o município de Campos Gerais. Já na Rua 1, do bairro Vila Marília, o nome de José Donizetti Machado. A propositura é dos vereadores Maycon Machado e Marlene Lima.

Um pequeno debate foi em torno do parecer contrário que a Comissão de Justiça e Redação apresentou ao projeto do presidente Luisinho, que está mudando o estacionamento privativo do Ministério Público e da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) da porta da Câmara Municipal para em frente ao Fórum Dr. Carvalho de Mendonça. Desde o mandato passado, em julho de 2015, promotores, defensores públicos e advogados tem vagas garantidas na Praça Prefeito Francisco José de Brito.  A Defensoria abriu mão das vagas, e a OAB ganhou mais duas vagas para estacionamento. Luisinho foi até a Tribuna e justificou que após o término da reforma do prédio do Legislativo, as placas assim serão retiradas e colocadas no novo local. Segundo ele, cabe sim a Câmara, determinar sobre o assunto e tranquilizou os colegas, informando que a promotoria está de acordo com esta alteração e vai dar mais segurança a eles, já que eles desembarcarão mais perto do Fórum e a porta da Câmara ficará livre.

O parecer foi rejeitado, e agora, o projeto segue para as demais Comissões. Votaram a favor do parecer que é contrário a mudança, os vereadores Geraldo José Prado (PSD) “Coelho”, Marlene Rosa Lima Oliveira (PDT) e Sérgio Eugênio Silva, todos que integram a Comissão de Justiça e Redação.

Solicitações da Tribuna

Nos cincos minutos que eles tem direito no Pequeno Expediente, solicitações de serviços e reclamações dos parlamentares, foram assuntos na Tribuna Livre.

Começando por Marlene Lima, ela reclamou que a Secretaria de Transportes e Obras retirou da Praça D’Aparecida dois aparelhos que fazem parte da Academia ao Livre, para fazer a manutenção. O problema é deixaram para trás dois parafusos que ficaram a mostra e estão fincados no chão. Isto tem provocado acidentes com crianças da Escola Cônego José Maria, que usam do local para realizar atividades físicas. Aproveitando a oportunidade, a vereadora sugeriu que a grama e o piso sejam revitalizados.

Marlene tratou em seguida de um assunto foi acabou sendo acompanhada pela bancada da oposição: a questão de emendar os feriados. Na quinta-feira, os serviços públicos municipais não funcionaram. Ela acha justo os servidores ganharem folga, mas, criticou novamente a falta de comunicação com antecedência, que provoca transtornos à população. “ A Prefeitura pode até emendar o feriado, mas deve antecipar o atendimento das pessoas, por exemplo, daquelas que estão com consultas marcadas a 15 dias, um mês nos postos de saúde”, defendeu. Não é a primeira vez que isto acontece e muita gente que não sabe precisa dos serviços públicos e precisam voltar outro dia. No caso das consultas médicas, Marlene sugere que os profissionais dobrem a carga horária para cumprirem com a obrigação.

Érik dos Reis Roberto (PSDB) reforçou que quando era vice prefeito e secretário municipal de Educação, as datas das desinfecções das creches eram colocadas em um calendário em um livro que era distribuído nos Centros Municipais.

Sérgio Silva manteve o assunto e lembrou das reclamações de entidades e associações quando isto acontecia no mandato anterior, principalmente na questão do fechamento dos Centros Municipais de Educação Infantil (Creches). “A oposição batia demais nisso e agora ninguém fala mais nada”, recordou. Ele pediu que o vereador Antônio do Lázaro leve a sugestão à Administração que reveja isto com antecedência e tenha divulgação. Sobre a Audiência Pública realizada de manhã, Sérgio diz que já tem seu posicionamento, mas, que as pessoas faltaram com respeito no debate. Na visão dele, as pessoas tem direito de se manifestar, mas precisa saber ouvir e respeitar a opinião dos outros. Por último, Serjão parabenizou o deputado federal Diego Andrade (PSD-MG) que está indicando R$255 mil a revitalização do Campo de Futebol do Distrito do Quilombo Nossa Senhora do Rosário. Lembrou da pressão que foi aprovar R$250 mil para a reforma do Estádio Municipal Ítalo Tomagnini e da jogada política que se tentou fazer, jogando a população contra os vereadores, quando se afirmou que o dinheiro poderia comprar cestas básicas ao povo pobre, sendo que a verba era carimbada do Ministério do Esporte.

O vereador secretário da Mesa Maycon Douglas Vitor Machado (PDT), parabenizou a todos atrasado, pela passagem da Páscoa. Ele parabenizou as paróquias pela organização da programação da Semana Santa. Terminou convidando os colegas para o lançamento do Parlamento Jovem no próximo dia 10, as 18:30 no Plenário da Câmara. Este ano, o tema será a violência contra a mulher.

Já o vereador Coelho voltou a cobrar a operação tapa buracos na Rua Otávio Dionísio no bairro Cidade Jardim. Já fazem quatro meses que ele esteve lá, mas nada foi feito e a via onde passa a “circular”, continua toda esburacada. “Eu pensei que já estava arrumada”. Outra reclamação é quanto a sujeira em terrenos que ficam na divisa dos bairros Jardim das Acácias e Jardim Primavera. Moradores denunciam que baratas, ratos e escorpiões estão invadindo as residências.

COMPARTILHAR

Comentários