O Parlamento Jovem (PJ) está de volta! A cada ano, os jovens escolhem um tema de relevância social e vivenciam atividades de estudo, debates e deliberação que contribuem para sua formação política. A edição 2018 abordará a “violência contra a mulher”. O Poder Legislativo Municipal realizou na noite desta terça-feira (10), no Plenário Presidente Tancredo de Almeida Neves, a solenidade de lançamento oficial do Parlamento Jovem Minas em Três Pontas.

A cerimônia contou com a presença de autoridades – os vereadores Sérgio Eugênio Silva (PPS) e o vice presidente Benício Baldansi (PSL), vários secretários da Administração e representantes, professores, profissionais da educação e de estudantes do ensino médio e do nono ano, fundamental II, de escolas da cidade que farão parte deste parlamento. Destaque entre os convidados – da professora e ex vereadora Valéria Evangelista Oliveira precursora da Escola do Legislativo e da Guarda Civil Municipal Leonara Naves, representante do Conselho da Mulher.

A cerimônia foi presidida pelo vereador, secretário da Mesa Diretora e presidente da Escola do Legislativo, Maycon Douglas Vitor Machado (PDT) que teve ao seu lado na mesa principal o prefeito Dr. Luiz Roberto Laurindo Dias (PSD).

Os convidados assistiram um vídeo sobre o Parlamento Jovem de Minas explicando suas etapas e depois os representantes das escolas receberam os certificados de adesão, começando pelas escolas estaduais: Prefeito Jacy Junqueira Gazola, Professora Marieta Castro, Monsenhor João Batista da Silveira, Professora Maria Augusta Vieira Corrêa, Presidente Tancredo Neves, Deputado Teodósio Bandeira, Escolas Coração de Jesus, Cootec Colégio Novo Milênio, Colégios Prósperi e Travessia e Fateps. Havia no Plenário mais de 100 pessoas. Este ano são 140 jovens inscritos no PJ e os encontros acontecem todas as terças-feiras das 17:15 as 19:00 no Plenário da Câmara.

O Grupo de teatro Arte Manha quebrou o protocolou ao apresentar uma peça bastante dinâmica. A Branca de Neve e os Sete Anões teve um final diferente, focou a exploração deles a esta personagem folclórica, que já encantou tanta gente.

Todos os pronunciamentos destacaram a importância da Escola Legislativa e o Projeto Parlamento Jovem, como um centro de formação cidadã e política, que cria aos jovens oportunidade do exercício de participação no Parlamento. Falaram o prefeito Dr. Luiz Roberto Laurindo Dias, o diretor da Escola e Procurador Legislativo da Câmara Dr. Guilherme Ribeiro de Oliveira e o presidente da Escola vereador Maycon Machado, que  destacaram a relevância do tema na atualidade, que é a violência contra a mulher. “Para orientar as atividades, o tema principal foi delimitado nos seguintes subtemas que vão pautar os debates entre os estudantes: violência doméstica e familiar; violência nos espaços institucionais de poder, e violência e assédio sexual”, informou Maycon Machado.

O Brasil se encontra na 5ª posição mundial nos índices de feminicídio, e o mapa da violência ainda aponta que meninas e mulheres negras são as mais vitimadas. Ressalta-se que o feminicídio não é a única forma de violência praticada contra a mulher. Qualquer forma de violência empregada contra a mulher é uma forma de violação dos seus direitos humanos e fundamentais.

A Escola do Legislativo “Professora Maria Rogéria de Mesquita – Dona Rogéria”, iniciou os preparativos para a realização do Parlamento Jovem Minas em Três Pontas em 2015, quando a segurança pública foi debatida pelo tema “Segurança Pública e Direitos Humanos”. Já em 2016 o foco foi “Mobilidade Urbana” e no ano passado, a educação política nas escolas mobilizou os alunos no projeto. O Poder legislativo, com este gesto abriu mais um espaço para as futuras gerações, através de um trabalho que envolve a juventude trespontana, trazendo-a para participar do desenvolvimento sócio-cultural do município.

COMPARTILHAR

Comentários