Projeto que autoriza novo loteamento na cidade foi aprovado por unanimidade

A Câmara Municipal teve uma reunião calma, com clima de paz nesta segunda-feira (11). Na pauta apenas um projeto de lei que acabou não sendo votado depois de um pedido de vista. Outro foi inserido atendendo pedido acatado pelo Plenário Presidente Tancredo Neves. Com a ausência da vereadora Alessandra Vitar Sudério Penha (PPS), o vereador prestigiado para ocupar a terceira maior cadeira do Poder Legislativo, foi novamente Vitor Bárbara (PDT). Após a leitura das correspondências, o presidente Sérgio Eugênio Silva (PPS), anunciou que mais uma vez a transmissão da sessão via internet estava novamente com problemas. Na semana passada a reunião não foi transmitida. Desta vez, o chefe do legislativo adiantou que vai tomar providências.

No Pequeno Expediente, o vereador Paulo Vitor da Silva (PP) destacou a presença da Thega Indústria e Comércio que está completando 9 anos de existência e um ano de sua instalação em Três Pontas. É que os vereadores receberam um jornal informativo produzido pela indústria mostrando a sua evolução. Outros legisladores usaram a Tribuna para falar da Thega. Sérgio Silva também se curvou à importante da empresa que gera empregos e renda no município. Aos empresários que estão a frente da fábrica ele felicitou e destacou que o grupo tem trabalhado sem interesses políticos e não misturam questões políticas e não fazem chantagem. Sérgio ainda lembrou do trabalho do deputado federal Diego Andrade (PSD-MG), em trazer a indústria para a cidade no mandato passado.

O vereador José Henrique Portugal (PMDB), informou que já está acertado com o Hospital do Câncer de Barretos que vai atender as pessoas de Três Pontas que precisam fazer tratamento. Os pacientes viajam com um acompanhante, independente de ser criança ou adulto e tem as estadias pagas por conta do hospital. Portugal, registrou que não há uma cota ou limite de pessoas para serem atendidas, porém, todas as pessoas que forem diagnosticadas precisam iniciar o tratamento na unidade que é referência em todo o Brasil. “Não há partido político. O Moto Chacais recebeu a missão de eleger um coordenador para representar o Hospital do Câncer de Barretos. Foi acertado após três reuniões entre os integrantes do Moto Clube que Dilma Messina é a coordenadora. Como presidente fiquei muito feliz com esta oportunidade pois vamos vai atender a todos os trespontanos, sem custo algum e sem nenhuma discriminação, a todas as pessoas das camadas sociais de forma gratuita”, concluiu.

O petista Francisco Botrel Azarias falou da eleição que aconteceu no fim de semana em todo o Brasil quando foram escolhidos os presidentes municipal, estadual e nacional do Partido dos Trabalhadores. Segundo Chico Botrel, na esfera estadual e federal o resultado deve sair nesta terça-feira (12). A nível municipal Wellington Botrel foi eleito.

O trânsito foi assunto dos vereadores Geraldo Messias Cabral (PDT), José Henrique e Paulo Vitor da Silva (PP). O primeiro pediu o envio de um ofício ao Demutran sugerindo a colocação de mão única na Rua Boa Esperança. O local tem grande fluxo de veículos e sempre há registro de acidentes. Portugal fez o mesmo pedido para a Rua Marques de Abrantes, onde o tráfego é intenso. Paulinho disse que na gestão anterior foi feito um estudo do trânsito e mudanças foram feitas. Em alguns lugares os moradores pedem alterações que precisam ser analisadas.

Abrindo a pauta de votações, o vereador Francisco Fabiano Diniz (PSL), pediu vistas ao projeto que estava na pauta de votação. O projeto 056 de 12 de junho de 2012, extingue o cargo em comissão de Procurador Geral Adjunto da Procuradoria Geral e cria o de Assessor Técnico no gabinete do prefeito, de recrutamento amplo. O Professor Popó disse que falta uma informação que acha importante para votar o projeto. Os colegas entenderam e deixaram o projeto para votarem na próxima semana.

O pedido da inserção do projeto do Executivo veio do vereador José Henrique Portugal. O projeto de lei 111, de 07 de novembro de 2013, incorpora ao perímetro urbano uma área de 138.454,60 metros quadrados, localizada na região noroeste do município na divisa com o Loteamento Santa Tereza.  A sessão foi suspensa e alguns legisladores fizeram alguns questionamentos rápidos. Portugal afirmou ser um mega empreendimento e destacou que o processo legislativo precisa ter agilidade. Antes de aprovarem o projeto, os vereadores aprovaram um parecer conjunto de todas as Comissões Técnicas e depois por unanimidade o projeto de lei. (Denis Pereira – A Voz da Notícia)

[ot-gallery url=”http://www.equipepositiva.com/gallery/com-calmaria-na-camara-vereadores-aprovam-incorporacao-de-area-rural-a-urbana/”]

COMPARTILHAR

Comentários