Missão cumprida com a estrutura montada no Aeródromo Municipal Leda Mello (Aeroporto) em Três Pontas, para a cerimônia de beatificação do Venerável Padre Victor, que acontece neste sábado (14), às 16 horas, autoridades e a Comissão Organizadora se reuniu no fim da tarde desta quinta-feira (12), para fechar os últimos detalhes da cerimônia histórica que vai beatificar o primeiro Beato negro do Brasil. Em uma das tendas ‘sentaram’ Governo do Estado de Minas Gerais, Prefeitura Municipal, Associação Padre Victor, Paróquia Nossa Senhora D’Ajuda, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros. A montagem começou a ser feita na quarta-feira (04), um dia depois do Aeroporto ser interditado pela ANAC. Já no começo da noite, a sonorização estava sendo testada.

O palco de 20×40 metros quadrados com iluminação está erguido próximo a cabeceira da pista. As estruturas que suportam a sonorização e os telões de led que irão transmitir ao vivo a missa também estão prontas para funcionar e estão espalhados nos 1.040 metros da pista de pousos e decolagens.

Ao lado estão outros palcos foram montados. À direita estará o coral formado de 150 vozes de integrantes de Três Pontas e Varginha e uma orquestra. À esquerda estará a imprensa vinda de todo o Brasil. No palco principal subirão, o bispo da Diocese da Campanha Dom Diamantino Prata de Carvalho, o Cardeal Ângelo Amato, prefeito da Congregação das Causas dos Santos em Roma e representante do Papa Francisco, junto com bispos e cardeais convidados e o governador de Minas Gerais Fernando Pimentel (PT). A previsão de duração da missa com o ato de beatificação é de 2 horas e 15 minutos.

Os portões serão abertos a partir de 12 horas. Há uma entrada específica para deficientes físicos e está localizada no único portão fixo do local, usado para entrada e saída de veículos e pedestres, em frente a sede da Cotransp. Com exceção deles, todos para entrarem passarão por revista com o uso do detector de metais.

O espaço foi separado em setores, capaz de abrigar 4 mil pessoas cada um. Ao lado, trespontanos e visitantes terão suporte de equipes de enfermagem que irão atender a multidão, esperada em 100 mil pessoas. Serão 200 banheiros químicos para atender o público e uma Praça de Alimentação. Para os casos de emergência em que o devoto precisar ser socorrido, serão 30 ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e 5 UTI’s móveis, disponíveis para atendimento. Serão vários postos policiais, do Corpo de Bombeiros e Brigadistas na gigantesca estrutura viabilizada pelo Governo do Estado de Minas Gerais que darão suporte dentro e fora da área reservada para a missa de beatificação. Além do reforço em equipes de enfermagens e médicas no Pronto Atendimento Municipal (PAM), no Hospital São Francisco de Assis e postos de atendimentos médicos, as cidades circunvizinhas estão em estado de alerta para que em casos de superlotação nas unidades de Três Pontas, as unidades absorvam pacientes.

Para quem não pretende ir ao Aeroporto tem outras duas opções. A primeira é assistir nos telões montados na Praça Cônego Victor e outro dentro da Igreja Matriz Nossa Senhora D’Ajuda. A segunda é ficar em casa, e assistir tudo pela TV. Duas emissoras irão transmitir a cerimônia – a TV Aparecida e a TV Alterosa Sul de Minas. De manhã, a equipe do canal católico já havia chegado na Cidade.

A segurança está garantida dentro e fora do Aeroporto Municipal, por várias equipes de Policiais Militares, Corpo de Bombeiros, Brigadistas e equipes de segurança.

Autoridades trataram dos últimos detalhes da cerimônia de beatificação de Padre Victor
Autoridades trataram dos últimos detalhes da cerimônia de beatificação de Padre Victor
COMPARTILHAR

Comentários