Agricultores familiares das comunidades do Campo Onça, Morro Vermelho e Painico, na zona rural de Três Pontas reclamam da constante falta de energia elétrica. De acordo com moradores, os problemas são constantes, porém, desta vez a situação piorou. Desde domingo (15), a tarde que as residências estão sem energia elétrica. De acordo com o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais do Município de Três Pontas Vicente José da Silva (foto), basta a chuva cair, e não precisa ser forte ou duradoura, que a dificuldade se repete e causa transtornos para quem mora nestas comunidades. Estas localidades possuem um grande número de habitantes, que estão sofrendo.

Sem energia, não há condições de trabalhar, máquinas não podem ser utilizadas, resfriadores de leite estão parados e a ordenha deixou de ser feita, entre outros serviços, retirando a renda de dezenas de famílias.

Nestes dias, moradores da zona rural estão sem ver TV, sem ter geladeira para armazenar alimentos e estão vivendo a luz de velas. Desde domingo eles não sabem o que é ter energia dentro de casa e fora dela.

Diversas ligações já foram feitas denunciando o problema, à Cemig. A resposta é sempre a mesma. Que eles já tem conhecimento do problema e, que, estão trabalhando para solucionar, mas já são mais de 48 horas sem o serviço e os moradores não sabem mais o que fazer e a quem recorrer. Até a publicação desta reportagem, terça-feira, o fornecimento não havia sido reestabelecida.

Cansados de esperar, Vicente diz só quer que esta demora termine e que o povo sofrido que vive as dificuldades da zona rural, tem condições básicas, ainda mais porque pagam pelo serviço.

COMPARTILHAR

Comentários