O médico Dr. Luiz Roberto Laurindo Dias do Partido Social Democrático (PSD), teve seu nome confirmado pré-candidato a prefeito de Três Pontas na convenção da sigla realizada na Câmara Municipal na manhã deste sábado (30).

Ele terá ao seu lado como pré-candidato a vice, o engenheiro civil Marcelo Chaves Garcia, segundo colocado na votação do PMDB com 05 votos. Ele cumpriu o mandato de vereador e se candidatou a prefeito tendo como adversária a Adriene Barbosa de Faria Andrade. Mesmo assim, foi chamado por ela para ocupar a secretária de Administração e Recursos Humanos. O vitorioso foi Francisco Eustáquio Rabello, irmão do atual prefeito Paulo Luis Rabello, que é candidato a reeleição. Por este motivo, a Constituição Federal de 1988, o coloca como inelegível.

Luiz Roberto e Marcelo disputarão a preferência do eleitorado trespontano para o mandato 2017/2020 em uma coligação que ganhou o nome de “Muda Três Pontas”, formada por 17 partidos, PSD, PMDB, PTC, PHS, PSDC, PCdoB, PSC, PMN, PRTB, PSL, PROS, Solidariedade, PRB, PPL, PT do B, PEN e PT.

Na Mesa principal, ocuparam as cadeiras, a representante do deputado federal licenciado, secretário de Estado de Governo Odair Cunha, Paula Andrea Direne, a deputada estadual Geisa Teixeira, o deputado estadual licenciado secretário estadual de Desenvolvimento Econômico Fábio Cheren, o deputado federal e presidente do PSD em Minas Gerais Diego Andrade, o candidato a vice Marcelo Chaves e Dr. Luiz Roberto.

No centro ficaram os membros da Comissão Provisória do PSD e nas bancadas dos vereadores, os presidentes de todos os partidos aliados. A Câmara ficou cheia, além de correligionários, filiados de outras siglas, pré candidatos a vereador compareceram ao encontro.

As lideranças políticas exaltaram na Tribuna, a necessidade de mudança e demonstraram o apoio a Coligação. Paula Andreia que representou Odair Cunha foi a primeira a falar e reinterar o compromisso do parlamentar com o Município.

O ex-candidato a vice prefeito em 2012, professor João Victor Mendes de Gomes e Mendonça explicou que apesar de ser o indicado pelo PSD a vice, abriu mão porque entende os sinais do tempo. Na opinião dele, recolocar Três Pontas no trilho do desenvolvimento, como fez a ex-prefeita Adriene Andrade, é maior do que tudo e está acima das vaidades. “Sou mais um soldado nesta guerra e sei entender os sinais do tempo” disse. Ele fez uma rápida comparação de Três Pontas com Campos Gerais e afirmou que a cidade está pagando caro e perdendo a cada dia.

Para a deputada estadual Geisa Teixeira (PT), está surgindo novas propostas de crescimento e fortalecimento para Três Pontas. O seu partido no Município chegou a confirmar que lançaria candidatura própria. O nome mais cotado era da professora Maísa Patrícia Veloso que poderia ter ao seu lado o advogado Dr. Geraldo Oliveira do PRB, mas ela não se descompatibilizou, e o PT, que na Eleição de 2012 esteve com Paulo Luis, 08acabou unindo com Dr. Luiz Roberto.

Para o deputado estadual Fábio Cheren, Três Pontas pode ter com Dr. Luiz
Roberto um desenvolvimento que nunca teve com a união de forças que ele está vendo acontecer.

O deputado federal Diego Andrade fez um longo discurso. Falou do seu amor pela cidade, dos laços que criou com os trespontanos e da sua dedicação para honrar os votos que recebeu. Porém, segundo ele, enfrentou dificuldades de abrir um diálogo com a Administração que só conseguiu fazer o básico. “Três Pontas merece muito mais do que isto”, disse. O parlamentar contou que foi muito criticado nestes quatros anos, todas as vezes que procurou pelo prefeito Paulo Luis. Explicou que tomou estas atitudes para demonstrar que ele, grupo político e o próprio prefeito, estão abaixo dos interesses do Município.

12O pré candidato a vice prefeito Marcelo Chaves contou um pouco da sua trajetória política, construída em apenas um partido. De acordo com Marcelo, a mudança só aconteceu recentemente porque tentaram o deixar inelegível e ele tem gostado do PMDB. Marcelo elogiou Francisco Eustáquio e anunciou que está vindo para somar e contribuir para que Três Pontas melhore.

10Dr. Luiz Roberto foi o último a falar. Muito aplaudido pelos correligionários, ele se emocionou depois de assistir uma gravação que fez, contando sua história que começou no Rio de Janeiro. Foi convicto ao mencionar que sabe o que o povo precisa, que só pode ser feito através da política.

Valorizando seu grupo político, citou os vários nomes que poderiam fazer a dobradinha com ele, da mudança que fez do PMDB para o PSD, cobrou que vice tem que ser participativo e mencionou os nomes dos ex-prefeitos João Vicente Diniz e Carlos Mesquita que também estavam presentes na Câmara.

A tônica da campanha de Dr. Luiz Roberto ao que tudo indica será a 11
proposta de mudança e ele focou bastante em pontos cruciais – saúde, emprego, educação e segurança. Defendeu que secretários e assessores não podem ficarem fechados em gabinetes e que a experiência de Marcelo Chaves vai conciliar muito com a proposta de fazer Três Pontas construir um novo futuro.

COMPARTILHAR

Comentários