Alunos de escolas da rede municipal de ensino foram acompanhar na manhã desta sexta-feira (1º), a saída de atletas que estão participando da 34ª edição da Corrida da Independência. Os participantes vieram de Campanha e é uma homenagem ao Beato Padre Victor que nasceu campanhense aos 280 anos do reconhecimento oficial da Campanha e dos 160 anos de emancipação política administrativa de Três Pontas.

É uma corrida pedestre de revezamento que faz desta vez, faz o trajeto da fé, passando por Nepomuceno, Lavras, Madre de Deus, São Vicente, Mindurí, Cruzília, Baependi, Caxambu e terminando em Campanha, na abertura da 59ª Olimpíada Campanhense, no Ginásio José Augusto Paiva “Canário”.

No trajeto eles carregam a tocha olímpica acessa em uma cerimônia realizada em Três Pontas, na Praça Cônego Victor, em frente a igreja Matriz Nossa Senhora D’Ajuda, onde estão os restos mortais do Beato Padre Victor. O prefeito de Três Pontas Dr. Luiz Roberto Laurindo Dias, de Campanha Luiz Fernando Tavares e o radialista, professor de educação e idealizador do evento Rubens Ramos de Oliveira falaram da corrida que se tornou tradição.

Ela é realizada desde 1972, há 45 anos e surgiu em homenagem ao Sesquicentenário da Independência do Brasil, Sesquicentenário de Sagração da Igreja de Santo Antônio Catedral da Campanha, Semana da Pátria e para a abertura oficial da Olimpíada Campanhense, a tradicional “Semana Olímpica”.

Nas 34 edições, os campanhenses percorreram mais de 42 mil quilômetros, mais que a distância da volta ao mundo.

A Corrida da Independência é considerada pela sua característica, a maior corrida pedestre de revezamento do mundo, feita por um único grupo de atletas que conduz a tocha olímpica, une cidades dos diversos pontos do Brasil e do exterior a Campanha.

Já teve sua largada de quase todas as capitais, passando por 20 estados brasileiros. E por duas vezes do exterior, saindo de Buenos Ayres-Argentina, com trajeto por Montevidéu (Uruguai) e em Assunção (Paraguai).

A maior corrida já realizada saiu de Porto Velho (RO), passando por Brasília, Belo Horizonte até Campanha.

Fotos créditos: Hécio Rafael

COMPARTILHAR

Comentários