02

Órgãos ligados a Secretaria Municipal de Assistência Social de Três Pontas se juntaram nesta segunda-feira, para uma comemoração importante neste 18 de maio, que marca o Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.

Apresentações culturais e a disputa criada entre as crianças atendidas pelos Núcleos de Atendimentos de Adolescentes – Recrear, Travessia e Arco Íris, fez formar torcida na Praça Tristão Nogueira, bem ao lado da Fonte nesta segunda. É que a premiação de um concurso de paródias e frases em todas escolas das redes municipal, estadual e particular, buscou conscientizar e propagar a prevenção, incentivando a denúncia, através do Disque 100. A coordenação foi do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) e a participação do Conselho Tutelar, peças fundamentais oferecendo serviços especializados e continuados às famílias e pessoas.

A proposta do “18 de maio” é destacar a data para mobilizar, sensibilizar, informar e convocar toda a sociedade a participar da luta em defesa dos direitos sexuais de crianças e adolescentes. A mobilização visa garantir a toda criança e adolescente o direito ao desenvolvimento de sua sexualidade de forma segura e protegida, livres do abuso e da exploração sexual.

03 04

CREAS

O Centro de Referência Especializado de Assistência Social realiza atendimento psicossocial oferecendo orientação e acompanhamento a qualquer tipo de violência e violação dos direitos. São atendidos, crianças, adolescentes, adultos, idosos e mulheres, que sofrem abusos, menores infratores e pessoas em situação de rua. O órgão foca no fortalecimento dos recursos para a superação da situação apresentada.

Minas Gerais é o 3º em denúncias de violência sexual

Minas Gerais é o terceiro estado brasileiro com maior número de denúncias de violência sexual contra crianças e adolescentes feitas ao Disque Direitos Humanos (Disque 100), da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR), no primeiro trimestre deste ano. Na liderança do ranking estão São Paulo (737) e Rio de Janeiro (404).

Em todo o Brasil, foram denunciados 4.480 casos da violação, a quarta mais frequente no serviço da SDH/PR. Minas concentra 8,68% desse total.

Balanço

As denúncias feitas por meio do Disque 100 tratam de mais de um tipo de violação. Segundo balanço divulgado nesta segunda-feira (18) pela Secretaria, 85% dos casos de violência sexual denunciados até março são referentes a abusos (quando o agressor utiliza força física, ameaça ou seduz a vítima visando à própria satisfação). Outros 23% dizem respeito à exploração sexual.

COMPARTILHAR

Comentários