*Comenda Padre Victor será entregue pelo governador todos os anos, no dia 15 de novembro

A Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), aprovou em reunião extraordinária de Plenário, nesta quarta-feira (06), o Projeto de Lei que institui a Comenda Padre Victor.

De autoria do deputado estadual Dalmo Ribeiro Silva (PSDB), (foto abaixo) o PL 4.032/17, foi aprovado na forma do substitutivo nº 1, da Comissão de Constituição e Justiça. De acordo com essa redação, serão homenageadas pessoas físicas e jurídicas que se tenham destacado em atividades relacionadas com o fomento à educação, à cultura e à assistência social; o combate à desigualdade social e ao preconceito; a promoção da cidadania e da dignidade humana.

O deputado havia proposto que a comenda fosse realizada todo dia 23 de setembro de cada ano, data de falecimento do beato Padre Victor. Porém, a condecoração será entregue anualmente pelo governador, em 15 de novembro, um dia após a data de beatificação do sacerdote, que nasceu em 12 de abril em Campanha em 1927, mas que trabalhou durante 53 anos a frente da Paróquia Nossa Senhora D’Ajuda, depois de realizar o sonho de ser padre.

Ele ainda fundou a primeira escola da cidade, que formou pessoas que tiveram importante papel na região, como o primeiro bispo de Campanha, dom João de Almeida Ferrão, e o médico Samuel Libânio, que dá nome a um hospital de Pouso Alegre (MG).

Padre Victor morreu em 23 de setembro de 1905, vítima de Acidente Vascular Cerebral (AVC). Seu processo de beatificação, tramitou no Vaticano de 1992 a 2015. Em maio de 2012, o decreto que lhe concede o título de Venerável foi assinado pelo Papa Bento XVI no Vaticano.

Em 03 de junho de 2015, os cardeais aprovaram no Vaticano, por unanimidade, um milagre atribuído ao padre Francisco de Paula Victor, que já havia sido reconhecida por médicos do Vaticano e por uma comissão de teólogos.

A cerimônia oficial de beatificado ocorreu em 14 novembro de 2015 em Três Pontas, sendo o Papa Francisco, representado pelo Cardeal Angelo Amato, Prefeito da Congregação da Causa dos Santos. Padre Victor se tornou o primeiro negro brasileiro a ser declarado beato pela Igreja Católica.

COMPARTILHAR

Comentários