EXCLUSIVO – As redes sociais estão sendo usadas nos últimos dias por trespontanos para reclamar de um possível aumento na conta de água. O assunto já foi comentado por vereadores da oposição na Câmara e a Equipe Positiva foi esclarecer a polêmica com a direção do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE).

marisaDe início, a diretora Marisa Cainelli Basílio de Brito informa que não houve aumento das tarifas do SAAE. A autarquia possui quatro categorias de tarifas – residencial, comercial, industrial e pública. Ainda há a tarifa social que foi alterada através da lei 3.619 de 09 de dezembro de 2014. O reajuste que houve é o anual, de acordo com o índice da inflação, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor, o INPC, calculado em 7,6791%. O reajuste se deu por conta do Decreto 8.811 de 18 de fevereiro de 2015, que entrou em vigor em abril de 2015.

Quanto a tarifa comercial,( consumidores que estão mais reclamando da conta), o SAAE vinha cobrando um valor inferior ao devido, pois a tarifa comercial estava inserida na tarifa social, que é para as famílias inscritas no Bolsa Família, em programas sociais do governos federal, estadual e municipal, que estejam em situação de risco ou vulnerabilidade econômica. Além disso, estas famílias tem que consumir o mínimo. Eram aplicados descontos de 40% sobre o valor da conta, por isto pagava um preço menor. “Não houve aumento abusivo e sim, deixamos de dar descontos abusivos. Não é correto a tarifa comercial ser tratada como tarifa social”, esclarece e opina Marisa Cainelli. Antes da mudança, o valor mínimo para quem consumia até 10 metros cúbicos de água era de R$17,12. Hoje o mínimo é 15 metros e a tarifa é de R$39,59.

Exemplificando, Marisa faz os cálculos para que fique claro que não houve aumento nem na água, nem no esgoto,que é coletado  e afastado em 98% do município e cobrado apenas 30% do valor consumido da água, que na realidade o correto seria 60%, pois como não existem medidores do consumo do esgoto,a estimativa é que pelo menos 60% da água consumida em cada residência,seja coletada em forma de esgoto. “Existem estabelecimentos que possuem por exemplo, dois pontos comerciais, o que seria equivalente a duas contas embutidas em uma só, por isto quase R$79 de conta. Porém,  a pessoa que olha a fatura não tem a percepção que na verdade são dois estabelecimentos em uma conta só. Neste caso, por ser duas ligações em um hidrômetro apenas, o cliente recebe um desconto, chamada de economia”, revela a diretora da autarquia. É assim, uma ligação é R$39,59 – duas seriam R$79,18. Como são dois pontos o mínimo sai por R$78,52.

Ela reintera que houve um aumento de 23% na energia elétrica e mesmo assim, não houve reajuste neste patamar, mesmo sendo uma das grandes despesa para o tratamento da água. Ainda de acordo com Marisa Cainelli, Três Pontas tem a menor tarifa de água se comparado com cidades da região.

COMPARTILHAR

Comentários