Foi caminhando por um tapete vermelho estendido do portão de entrada da Câmara Municipal até o Plenário Presidente Tancredo Neves, que vereadores, o prefeito e seu vice tomaram posse em uma cerimônia solene na manhã deste domingo (1º).

Para abrigar a grande quantidade de convidados e populares que foram prestigiar a oficialização dos novos mandatários, foi preciso montar tendas do lado de fora, já que lá dentro do prédio, apenas familiares e autoridades tiveram espaço para acomodarem. Alguns convidados especiais ocuparam cadeiras nas bancadas como o comandante da 151ª Companhia de Polícia Militar Tenente Bruno Neves Tavares, o deputado federal Diego Andrade (PSD-MG) e o presidente do PSL Estadual Carlos Alberto Pereira, representando a deputada federal Dâmina Pereira (PSL).

O 180º Grupo de Escoteiros Boa Vista escoltou os eleitos, os 11 foram chamados de acordo com o número de votos – Maycon Douglas Machado (PDT), Luiz Flávio Floriano (PSL), Antônio Carlos de Lima (PSD), Sérgio Eugênio Silva (PPS), Geraldo José Prado (PSD), Érik dos Reis Roberto (PSDB), Donizetti Benício Baldansi (PSL), Francisco Fabiano Diniz Júnior (PSL) e Marlene Rosa de Lima Oliveira (PDT).  Em seguida foi a vez de subir a Mesa, o prefeito e vice Dr. Luiz Roberto Laurindo Dias (PSD) e Marcelo Chaves Garcia (PMDB).

As 11h35, o presidente em exercício, o vereador mais votado Maycon Douglas Machado (PDT), declarou aberta a sessão de posse da 18ª Legislatura com os procedimentos regimentais.

Para auxiliar nos trabalhos, a vereadora Marlene Rosa Lima Oliveira (PDT), foi convidada a ocupar a Mesa como secretária “ad hoc”. Coube a ela examinar a documentação obrigatória, o Diploma da Justiça Eleitoral e a Declaração de Bens e de Desincompatibilização, antes que individualmente cada um assinasse o respectivo Termo de Posse.

Com a mão direita estendida em direção à Mesa Diretora, pausadamente eles fizeram o juramento, se comprometendo a cumprir dignamente o mandato, guardando a Constituição e as Leis. Os novos eleitos foram presenteados com uma pasta personalizada da Câmara contendo; a Lei Orgânica do Município, o Regimento Interno da Câmara, Constituições Estadual e Federal e o Estatuto dos Servidores Municipais, tudo gravado em um pen drive. Eles também passaram a usar o boton com o brasão do Município.

As surpresas foram a entrega de um boque de rosas para a única vereadora eleita para o novo mandato, Marlene Oliveira, feita pelo seu marido Elton de Oliveira. E como na terra de Milton Nascimento não pode faltar música dele, a afilhada de Dr. Luiz Roberto, Tainara Mazotti cantou para ele “Quem sabe isto quer dizer amor”, e depois os músicos Beto Maciel, Elisângela Teófilo e Wander Scalioni, interpretaram “O que é o Que é” de Gonzaguinha. O médico não se conteve e chorou bastante enquanto ouvia os versos das canções que marcam para sempre aquele momento único que ele viveu.

A concretização para o início do novo mandato, foi com a assinatura do termo de posse para a 18ª Legislatura 2017/2020. Exatos uma hora depois de iniciada a sessão, Maycon Machado declarou empossados os vereadores, que tem o papel de nos próximos quatro anos legislar, fiscalizar e assessorar o Poder Executivo. Nesta segunda-feira (2), os vereadores foram convocados para uma reunião interna para tratar sobre a formação das Comissões Técnicas, o local de assento de cada um nas bancadas e se eles já tem condições de emitir pareceres nos projetos. Se tudo for resolvido, haverá sessão nesta segunda as 18:30. Se não, apenas dia 09.

ELEIÇÃO – Luisinho dispara em votos e vai para terceiro biênio na presidência

dsc00920A presidência da Câmara Municipal de Três Pontas tinha quatro candidatos na disputa pelo cargo de presidente. Com exceção do vereador Francisco Fabiano Diniz Júnior (PSL), “Professor Popó”, todos os outros já haviam ocupado uma cadeira na Mesa Diretora. Além de Luisinho que encerrou o mandato 2013/2016 e agora este biênio 2017/2018 na presidência, concorreram também Érik dos Reis Roberto (PSDB), Sérgio Eugênio Silva (PPS) e Popó. Nenhum dos novatos concorreu. Como a votação foi aberta, um a um dizia seu voto. Foram 10 votos a 1 para Luisinho, até de outros próprios candidatos, ainda em primeiro escrutínio. O único que votou em si próprio foi o professor Popó.

A disputa pela cadeira de vice presidente teve como candidatos Donizetti Benício Baldansi (PSL), Antônio Carlos de Lima (PSD), Érik dos Reis, Professor Popó e Maycon Machado (PDT). Também em primeiro escrutínio, os vereadores elegeram Benício Baldansi o vice com 6 votos e Érik teve 5. Antônio, Popó e Maycon não foram votados.

Para o cargo de secretário, a votação foi unânime e ainda mais rápida. Eram candidatos, Popó, Antônio do Lázaro, Érik e Maycon, sendo que este último foi votado por todos os 11.

Mesa está formada com Benício vice presidente, Luisinho presidente e Maycon secretário
Mesa está formada com Benício vice presidente, Luisinho presidente e Maycon secretário

No comando do Poder Legislativo ficou então – ficou Luis Carlos da Silva (presidente), Benício Baldansi (vice) e Maycon Machado (secretário). Com isto, Luisinho se torna o vereador com maior número de mandatos como presidente. Ele vai para o terceiro, o segundo consecutivo e mais uma foto dele será colocado na galeria.

Assim que o resultado foi divulgado, eles ocuparam seus lugares na Mesa Diretora e iniciaram os procedimentos para empossar o prefeito Dr. Luiz Roberto e o vice Marcelo Chaves.

Luiz Roberto e Marcelo Chaves são empossados

Para tomar posse como prefeito de Três Pontas, Dr. Luiz Roberto Laurindo Dias e seu vice Marcelo Chaves Garcia, que foram candidatos pela Coligação Muda Três Pontas e conquistaram nas Eleições de 02 de outubro de 2016, 20.584 votos (60,96%) do total, tiveram que apresentar à Mesa Diretora o diploma da Justiça Eleitoral, que receberam durante a cerimônia de diplomação no Fórum Dr. Carvalho de Mendonça e também suas declarações de bens.

Para guiar os destinos dos trespontanos nos próximos quatro anos, a dupla também teve que fazer o juramento, prometendo defender e cumprir a Lei Orgânica, as Constituições da República e do Estado, observando as leis e buscando promover o bem estar dos cidadãos, sempre com a inspiração da democracia.

As 12h30 a cerimônia dava com a leitura do termo, posse a Luiz Roberto e Marcelo Chaves, depois do juramento. Fogos de artifícios e aplausos interromperam o ato com gritos vindos do Plenário. Eles também receberam um boton com o brasão do Município e a suas esposa Yara e Cidalya boques de rosas.

Em seguida, eles seguiram para o Gabinete na Prefeitura, onde o vereador Érik dos Reis, ex vice prefeito entregou documentos contábeis a Dr. Luiz Roberto, representando o ex prefeito Paulo Luis Rabello.

Dr. Luiz Roberto assina o termo de posse em cerimônia na Câmara Municipal
Dr. Luiz Roberto assina o termo de posse em cerimônia na Câmara Municipal
COMPARTILHAR

Comentários