Os trespontanos saíram de casa no começo da noite desta quarta-feira (23), quando a maioria dos romeiros de Padre Victor já haviam deixado a Cidade de Três Pontas e a temperatura já estava um pouco mais agradável.

A maioria que enfrentou o calorão no feriado municipal foram os visitantes que além de participar das festividades religiosas, aproveitam para ir às compras na Feirinha, instalada na Avenida Oswaldo Cruz.

Em gesto de cordialidade, são poucos os consumidores trespontanos que dividem o espaço com os turistas. E se o movimento era grande durante o dia, imagina quando os moradores da Cidade resolveram descer para a Avenida. Eles fazem o trajeto do Sambódromo Jaime Abreu, até o cruzamento com a Avenida Ipiranga várias vezes pesquisando os preços.

Na Feirinha tem de tudo. Os ambulantes gritam, emitem sons e barulhos, anunciam promoções de tudo quanto é produto. Desde lanches a eletroeletrônicos. A concorrência é ferrenha e ninguém quer perder vendas. E como sempre acontece, nas últimas horas que os camelôs estão aproveitando do espaço, vale de tudo, só não perder clientes. E é ai que quem não tem pressa consegue preços ainda melhores.

É tanto coisa, que fica difícil escolher. E é preciso ter paciência e atenção, porque andar no meio da multidão não é fácil. Paciência para seguir o trajeto e atenção para não ser vítima de gente que aporta na Cidade só para cometer pequenos crimes.

A feira foi oficialmente aberta na véspera do Dia do Padre Victor, dia 22, e pela programação, os ambulantes devem desocupar o trecho que está totalmente interditado a meia noite desta quinta-feira (24). Amanhã, os comerciantes poderão voltar a vida normal, pelo menos é isto que eles esperam. A feira é organizada e os espaços são comercializados pela Associação Padre Victor.

COMPARTILHAR

Comentários