O ano letivo já começou nas escolas estaduais de Minas Gerais e, em muitas delas, a boa notícia é que os alunos poderão contar com novos computadores e salas de informática completas, com acesso à internet.

O Governo de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Educação (SEE), investiu mais de R$ 145 milhões, em 2015 e 2016, na aquisição de mais de 45 mil equipamentos de informática para todas as 47 Superintendências Regionais de Ensino (SRE), Conselho Estadual de Educação e todas as escolas estaduais. Os aparelhos estão sendo entregues, montados e configurados para utilização em salas de informática e setores administrativos das escolas.

O município de Três Pontas está sendo contemplado com 80 computadores, sete projetores e sete impressoras, beneficiando todas as escolas estaduais da cidade.

Investimentos 

Ao todo, o Governo do Estado adquiriu 38.910 computadores, quatro mil projetores multimídia e 3.800 impressoras, que estão em processo de entrega, com previsão de término no primeiro semestre de 2017. Até o momento, todas as 47 SREs, o Conselho Estadual de Educação e mais de 1.500 escolas já receberam os equipamentos.

Segundo o diretor de Tecnologias Aplicadas à Educação da SEE, Bruno Borges, no início da atual gestão foi realizado um censo tecnológico para avaliar a situação dos equipamentos de informáticas existentes nas escolas estaduais. Neste censo, foi constatado que cerca de 2 mil escolas tinham laboratório de informática. Porém, apenas 30% delas estavam em perfeito funcionamento. Com os investimentos feitos pela SEE, o número de salas de informática foi ampliado e hoje mais de 2 mil estão funcionando. “Muitos (equipamentos) estavam defasados e sem funcionamento adequado, tanto na sala de informática como no setor administrativo. Assim, pudemos avaliar a real necessidade de cada escola”, explica.

A expectativa é que, até o final do ano, 95% das escolas estaduais tenham suas salas de informática montadas e em funcionamento. Além disso, 100% das escolas terão computadores para o setor administrativo.

Também em 2015 e 2016 foram investidos nas escolas estaduais R$ 24.388.840,45 em infraestrutura de rede lógica e elétrica, necessária para funcionamento desses equipamentos. (Agência Minas)

COMPARTILHAR

Comentários