Um rapaz de 25 anos que foi agredido no bairro Cidade Jardim na noite do último sábado (21), morreu na manhã desta segunda-feira (23), no Hospital Regional de Varginha. De acordo com a mãe dele, Maria Aparecida Leandro, Wenderson Silva de 25 anos (foto) estava na quadra do bairro jogando bola com o primo e ao voltar para casa, na Rua Sérgio Miranda Ferreira02 foi atacado.

A família soube que quando ele já estava na rua onde morava com a avó, chegaram dois veículos com o som muito alto, cada um de um lado, abordaram o rapaz e começaram a espancá-lo, usando tijolos que estavam em um terreno baldio. A mulher informou que eram cerca de 10 pessoas, todos homens. A parte mais atingida foi a cabeça. Ele foi socorrido em estado grave para o Hospital São Francisco de Assis e em seguida transferido para Varginha. Na manhã desta segunda-feira ele não resistiu aos ferimentos e morreu.

Quando a Polícia Militar chegou no local, prevaleceu a lei do silêncio. Ninguém deu nenhuma informação sobre o caso, que possibilitasse o trabalho da polícia. A mãe agora, soube que um dos veículos usados foi um Gol vermelho.

O que teria motivado o crime, Dona Maria Aparecida revela que o filho era usuário de drogas e que pode ter sido um acerto de contas. “Ele pode ter ficado devendo alguém e acabaram fazendo isto”, conta.

A mãe viu quando Wenderson estava sendo socorrido, mas ele não conseguia dizer nada. Ele já foi preso uma vez por agredir a mãe da filha dele. O rapaz que era servente de pedreiro, deixa uma menina de dois anos de idade, mas não era casado. O corpo dele está sendo velado no Velório Municipal de Três Pontas. A Polícia Civil já está investigando o caso.

COMPARTILHAR

Comentários