Padre Vânis vai para Campos Gerais e será substituído por padre André que já trabalhou na Paróquia D’Ajuda

A Diocese da Campanha promove mudança na equipe sacerdotal de Três Pontas. Propriamente na Paróquia Nossa Senhora Aparecida, que tem como pároco Padre Vânis Vieira da Cunha. Ele está de malas prontas para deixar a cidade, rumo a Campos Gerais, a nova paróquia para o qual foi designado pelo bispo Dom Diamantino Prata de Carvalho.

Padre Vanis 1Padre Vânis chegou na cidade 2005, como vigário paroquial na Paróquia Nossa Senhora D’Ajuda e logo cativou. Depois foi transferido para a Paróquia Nossa Senhora Aparecida como administrador paroquial e em 2010 foi nomeado pároco. Sua primeira atuação foi no término da reforma da Igreja de Fátima, no bairro Padre Vitor. Ele reformulou e transformou um barracão onde celebrava missas no bairro Santana na Igreja de Sant’Ana. Deu início a reforma e ampliou algumas igrejas das comunidades rurais, no Barreiro, Capela do Padre Victor na Faxina, Comodoro, Santa Terezinha e Água Limpa, contando sempre com a ajuda dos fiéis que se envolviam inteiramente. Adquiriu um terreno no bairro Santa Edwirges onde foi dado início ao projeto de construção da Igreja do Sagrado Coração de Jesus. Em março de 2014, a igreja magnífica foi inaugurada.

Não contendo ficar parado, em julho do ano passado, Padre Vânis deu início a missão mais desafiadora, que ele tanto sonhava, a reforma e ampliação da igreja Matriz Nossa Senhora D’Aparecida. A obra está avançada, em fase de acabamento, mas não dará tempo dele terminar.

É atribuído ao sacerdote, a reestruturação de todas as pastorais e movimentos, sendo que muitos não existiam e todos hoje tem uma participação efetiva dos fiéis, além de ter realizado as Santas Missões Populares que movimentaram toda a paróquia. Padre Vânis foi um excelente administrador e um padre cativador, principalmente das crianças. Sua principal característica é o carinho que tem por elas durante as celebrações que ele preside.

Segundo pessoas mais próximas de Padre Vânis, ele não quis se despedir e não conseguiu falar que está indo embora. No Informativo Paroquial ele escreveu um texto, contando a sua história e como chegou na terra do Venerável Padre Victor e da Serva de Deus Nossa Mãe. “Após 9 anos nesta cidade recentemente chegou aos meus ouvidos um novo chamado que implicava ser transferido para outro município. Foram dilemas interiores e por fim me vi como Jacó, vencido pelo Anjo de Deus, cabendo-me apenas aceitar o pedido da Igreja. Todos os êxodos que já vivi foram difíceis e o atual não está sendo fácil e simples”, relatou. Ele termina a mensagem dizendo que “leva Três Pontas no coração e de maneira especial o meu primeiro amor sacerdotal que é a Paróquia da Aparecida”.

Ele deixará a Igreja d’Aparecida no próximo dia 23 de janeiro, quando haverá missa solene Padre André 3 okde posse de posse do novo pároco, o padre André Rodrigues Vilas-Boas que já é conhecido dos trespontanos. Ele trabalhou durante dois anos, entre 2009 e 2010 como vigário paroquial na Paróquia Nossa Senhora D’Ajuda. Ele formava equipe com os padres Aloísio Gustavo Dias, (Liu), Roberto Carvalho e Roberto Nogueira.

Padre André, é natural de Heliodora, tem 35 anos de idade e é sacerdote há 7. Desde que deixou Três Pontas está em São Lourenço, onde é administrador paroquial na Paróquia São Lourenço Mártir. Para ele, voltar para à Terra de Padre Victor é uma alegria e responsabilidade, dar prosseguimento ao trabalho desenvolvido por padre Vânis, que é muito querido pela comunidade. Quando esteve por aqui, fez um trabalho especial com casais, através do Encontro de Casais com Cristo (ECC) e ajudou a fundar o Encontro de Adolescentes com Cristo (EAC).

Depois que recebeu a notícia que voltaria para Três Pontas, para comandar a paróquia D’Aparecida, ele visitou todas as comunidades urbanas e conheceu um pouco da administração.

COMPARTILHAR

Comentários