*Érik Professor volta a ser o secretário das três pastas para reduzir gastos na folha de pagamento 

Os gastos da prefeitura de Três Pontas com pessoal estão em aproximadamente 54% do que é arrecadado. O índice faz que a Administração tome algumas providências de racionalizar e diminuir os custos gerados pelos pagamento de funcionários. A primeira foi cortar o pagamento de horas extras que estavam sendo feitas. Agora, o prefeito Paulo Luis Rabello (PPS), anuncia que o vice prefeito Érik dos Reis Roberto (PSDB) vai voltar a comandar as três pastas que estavam com ele no início da gestão. Com isto, Cultura e Esportes estão unidas a Educação. Os secretários Débora de Paula Andrade e Lúcio Flávio Miranda Carvalho, que estavam a frente das pastas Cultura e Esportes voltam a ser chefes de divisão e receber remuneração para estes cargos a partir deste 1º de novembro.

Ambos estão na equipe desde janeiro, porém, como a situação financeira era crítica, as nomeações foram feitas gradativamente e dois secretários estavam acumulando seis secretarias. Coincidentemente foram os últimos a ‘subirem’ a secretários. Ele em junho e ela em julho. “Esta é uma decisão temporária. Assim que a receita for normalizada, os dois voltam a serem secretários”, explica. O Fundo de Participação dos Municípios (FPM), o repasse do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), vem segundo o prefeito, caindo mês a mês, o que tem trazido um enorme impacto financeiro no caixa da prefeitura.

Os então secretários entenderam as dificuldades que o prefeito está enfrentando. A mudança vai gerar 0,25% de economia. Hoje Miguel Bertozzi responde pelas Secretarias de Meio Ambiente e de Agricultura, enquanto Sócrates Victor Rabello está apenas na Indústria e Comércio. (Denis Pereira)

COMPARTILHAR

Comentários