Mais uma reunião na manhã desta terça-feira (06), tratou sobre a organização da cerimônia de beatificação do Venerável Padre Victor, que aconteceu em 14 de novembro, no Aeródromo Municipal às 16 horas, em Três Pontas.

Autoridades se encontraram desta vez na Sala de Reuniões da Prefeitura e com a mapa da Cidade em mãos, traçaram o trajeto do trânsito que vai sofrer modificações drásticas no dia do evento, tudo para garantir mais segurança e conforto aos romeiros, visitantes e trespontanos que irão participar da missa que vai dar a Padre Victor Francisco de Paula Victor, o título de Beato da Igreja Católica. Comandantes da Polícia Militar de Três Pontas, do 24º Batalhão de Varginha, Polícia Rodoviária Estadual, do Corpo de Bombeiros, Secretarias de Transportes e Obras e Cultura, Lazer e Turismo, Departamento Municipal de Trânsito (Demutran) e Guarda Civil Municipal (GCM), elaboraram uma rota a ser feita exclusivamente para este dia, a partir das 10 horas da manhã.

Uma preocupação é quanto a estacionamento para o público de cerca de 100 mil pessoas. De acordo com o comandante do Batalhão Tenente Coronel Hudson Abner Pinto, as avenidas Nilson Vilela, Oswaldo Cruz e Zé Lagoa contam com espaços suficientes para os ônibus e veículos de grande porte. É para estes locais que os motoristas serão direcionados. O comandante da 151ª Companhia de PM Tenente Bruno Neves Tavares explica que ao chegar por Varginha, pela MG 167, equipes de policiais e voluntários vão mostrar e faixas irão determinar as áreas específicas para os ônibus que trazem as romarias. Um destes pontos é o terreno do lado de baixo de onde está sendo construído o Hospital da Unimed. O espaço é grande e será um estacionamento com capacidade para muitos veículos. Assim que este primeiro ponto lotar, as avenidas citadas serão utilizadas. Eles não vão poderão seguir pela rodovia e nem mesmo pegar o outro trevo (de acesso a Fertibrás).

No caso das vans, será utilizado uma área da antiga Fertibrás e os bairros Santa Margarida, Santa Edwirges, Padre Victor e uma área da Cocatrel que fica ao lado dos armazéns, será solicitada.

Apenas veículos oficiais, de autoridades, de urgência e emergência terão acesso ao trevo do Padre Victor e a Avenida Ipiranga. A atenção é redobrada neste trecho, já que será por lá que as autoridades irão entrar no Aeródromo, inclusive o governador Fernando Pimentel (PT). Ele terá uma entrada exclusiva, conforme determina o gabinete militar.

Do lado inverso, quem vem de Santana da Vargem terá duas opções, por estradas vicinais que receberão a partir dos próximos dias melhorias por parte da Secretaria de Obras. A primeira entrada será no trevo da Fazenda Experimental da Epamig. Ônibus deverão subir sentido ao Silo da Cocatrel e entrar na Cidade pelo bairro Peret.

A outra opção é seguir um pouco mais a frente pela rodovia MG 167, pegar a estrada de terra que dá acesso ao bairro Jardim Greenville, próximo a Lassane. Vans e veículos menores chegarão mais próximos, mas somente até a Rua Dr. Carvalho de Mendonça, buscando vagas para parar nos bairros Santa Margarida e redondeza.

Quem estiver viajando e tem que passar por Três Pontas, também terá que contornar todo o Município. Entrar na Cidade, pegar a Rua Dr. Carvalho de Mendonça, sair na Peret, Avenida Zé Lagoa até o bairro Antônio de Brito, passar pelo bairro São Judas Tadeu, sair no Foguetinho, pegar a estrada que dá acesso ao Motel Paraíso até chegar na MG 167 para seguir viagem. “A volta é grande, mas necessária”, afirma Tenente Bruno.

O movimento é pequeno, mas quem vir de carro pela estrada vicinal de Campos Gerais, poderá estacionar até as proximidades do Hospital São Francisco de Assis.

Para quem é de fora ou os moradores daqui há duas recomendações. Para quem precisa passar pela Cidade neste dia é bom evitar. Aos trespontanos o recado é para que saiam de casa a pé. É o que não devem fazer os romeiros.

Apesar da Policia Rodoviária montar uma operação para as pessoas que preferem caminhar e vir a pé, isto não é recomendado. A exemplo do que aconteceu no Dia do Padre Victor, eles devem receber adesivos refletivos, o que ajudou muito na identificação deles nas margens da rodovia. Cavaleiros não serão permitidos entrar na Cidade e nem mesmo a instalação de barracas, como na feirinha do dia 23 de setembro. As paróquias da Diocese da Campanha informarão isto aos fiéis e devotos. Eles também serão informados do melhor horário para chegarem através das igrejas.

Outras questões já foram definidas. Como a proibição do trânsito de veículos pesados será na MG 167 que terá um único sentido na mão de direção. A Secretaria de Cultura está providenciando faixas indicativas para orientar os motoristas, sobre entrada e saída, a melhor rota e também sobre os pontos de maior visitação.

A expectativa é de que a Matriz Nossa Senhora D’Ajuda e a Mina do Padre Victor também fiquem movimentadas durante todo o fim de semana.

COMPARTILHAR

Comentários