Muita gente ainda não trocou os extintores de incêndio de veículo da classe BC pelo tipo ABC. Deixar o carro equipamento com o novo equipamento, está difícil em Três Pontas e a procura está sendo enorme. Mesmo porque, a Resolução que vence em 1º de abril que prorrogou o prazo de exigência por 90 dias está chegando.

O comerciante João José da Silva, o popular JB, ou João Bateria, é proprietário de uma loja e oficina de baterias e radiadores e conseguiu 50 unidades do extintor, que está sendo peça rara na região do Sul de Minas e várias partes do Brasil. Porém, é bom se apressarem, porque eles estão acabando diante de uma procura enorme. Os fabricantes não estão conseguindo suprir a demanda, o que leva ao desabastecimento do mercado do produto. Só para se ter uma ideia, o preço antes era R$50, passou para R$80 e agora o novo extintor custa R$120.

Quem vai comprar precisa entregar o seu antigo. A loja fica na Rua Dr. João Batista Reis, 101, ao lado da Fiat. O telefone é 3265-2292.

Neste período de 90 dias, nenhum motorista pode ser multado se não tiver no carro o equipamento ABC. No entanto, a suspensão temporária não significou que os proprietários cruzassem os braços. Atentos às vantagens do novo modelo em relação ao BC e ainda à possibilidade de volta da Resolução, consequentemente, das penalidades, os consumidores continuam procurando a adequação. Multa de R$ 127,69, perda de cinco pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e apreensão do veículo para quem descumprir a Lei.

Extintor 2EXTINTOR ABC

O extintor é capaz de conter chamas tanto em materiais sólidos, como combustíveis líquidos e materiais elétricos energizados. Ele já é obrigatório em carros novos produzidos no Brasil desde 2005.

Diferenças entre o extintor BC e o ABC – Para cada classe de fogo existe um tipo de extintor indicado ao combate das chamas. O novo extintor exigido tem capacidade para eliminar chamas de classes A, B e C, descritas abaixo. O modelo anterior era eficiente apenas para as classes B e C.

Letra A – indica que a carga do extintor é eficiente para combater chamas que se propagam por materiais sólidos, como, por exemplo, bancos, tapetes e painéis, no caso dos veículos.

Letra B – serve para eliminar chamas causadas por líquidos inflamáveis, como gasolina, óleo diesel, querosene, entre outros.

Letra C – combate o fogo em equipamentos elétricos: bateria, fiação, entre outros.

O extintor ABC tem validade maior, de cinco anos. O do tipo BC vencia a cada três anos e podia ser reabastecido uma vez, com validade de um ano após a nova carga. Agora, passado o prazo de validade, será necessário descartar o equipamento e adquirir um novo.

O extintor deve ficar acoplado em um dos bancos dianteiros dos veículos, para facilitar o acesso ao equipamento.

COMPARTILHAR

Comentários