Inauguração com a entrega das chaves depende da Presidência da República, que já foi comunicada sobre a conclusão do conjunto habitacional Jardim das Esmeraldas

As famílias aguardaram ansiosas na Praça Getúlio Vargas a abertura do portão principal da Escola Municipal Cônego Vitor. Pouco antes das 13:00 horas, todo mundo já estava lá, pais, mães e crianças. Foi lá que elas assinaram na tarde desta sexta-feira (18), o contrato com a Caixa Econômica Federal (CEF) do Programa Minha Casa Minha Vida, que construiu em Três Pontas, 316 residências, que formam o conjunto habitacional Jardim das Esmeraldas, na saída para Campos Gerais.

Paulo Luis abriu o portão da Escola para a entrada das familias beneficiadas
Paulo Luis abriu o portão da Escola para a entrada das familias beneficiadas

O portão foi aberto pelo prefeito Paulo Luis Rabello (PPS), acompanhado do vice Érik dos Reis Roberto (PSDB) e de alguns vereadores, aliados e de oposição. Todos eles recepcionaram os futuros moradores do mais novo bairro de Três Pontas.

Antes de se dirigirem às salas identificadas por ordem alfabética, orientações e dúvidas foram novamente sanadas pelo gerente da Gerência Executiva de Habitação de Poços de Caldas Gilmar Geraldo da Silva.

Os beneficiados que já sortearam seus endereços e que já fizeram vistoria nos imóveis, assinaram quatro cópias do documento, que será posteriormente encaminhado para o Cartório para o registro. Uma das delas depois será devolvido às famílias.

A grande dúvida é sobre a inauguração e entrega das chaves. Gilmar explicou que só falta a ligação da energia elétrica, o que depende da CEMIG e não da Construtora Cheren, que já cumpriu com aquilo que era determinado à empresa. O interesse da Caixa e da Prefeitura, segundo o gerente é entregar o empreendimento o quanto antes. Porém, o agendamento da inauguração depende do gabinete da Presidência da República, em Brasília. Eles já foram comunicados que está tudo concluído, assim como foi feito em Três Corações. Lá, após a previsão de entrega, houve 10 dias atraso. Depois de entregue as chaves, as famílias assinam apenas um recibo e devem se mudar imediatamente, uma vez que elas passam a ser responsáveis pelos imóveis.

O prefeito Paulo Luis e alguns vereadores foram de sala em sala falar com os beneficiados
O prefeito Paulo Luis e alguns vereadores foram de sala em sala falar com os beneficiados

Nas salas onde foram assinados os contratos, o prefeito Paulo Luis também revelou que está empenhado em entregar o empreendimento o quanto antes e esforço da sua equipe não falta. “Este é um fruto da nossa Administração que conseguimos com a maior transparência possível, atendendo as exigências do Governo Federal, estamos proporcionando o sonho da casa própria, através do nosso apoio político em outras esferas”, afirmou Paulo Luis.

COMPARTILHAR

Comentários