Na Praça da Matriz em Santana da Vargem onde será realizada a festa, está em exposição o carro lançamento da Volkswagen, o UP, prêmio principal do Festival de Prêmios que será realizado no domingo a tarde

Na Praça da Matriz em Santana da Vargem onde será realizada a festa, está em exposição o carro lançamento da Volkswagen, o UP, prêmio principal do Festival de Prêmios que será realizado no domingo a tarde

Denis Pereira – A Voz da Notícia

Começa na próxima quinta-feira (24) a 11ª Quermesse de Nossa Senhora Sant’Ana em Santana da Vargem. A santa que é padroeira da cidade tem uma festa no Município que já se tornou tradição e prossegue até dia 27, com atrações musicais de graça na Praça da Matriz. Todos ficam envolvidos com a comemoração. Pastorais e movimentos se unem na organização liderados pelo Conselho Administrativo Paroquial (CAP). A coordenadora do Conselho Maria Aparecida Araújo (Lia Araújo), conta que o objetivo desde que ela surgiu é de angariar dinheiro para a manutenção da Paróquia, já que o dízimo mensal dos fieis é insuficiente.

Muita coisa já foi feita com os recursos que foram arrecadados. Desta vez, o propósito é pagar um terreno localizado no centro da cidade, no valor de R$90 mil, onde será construído um Centro Pastoral para atender pastorais e movimentos em suas reuniões e eventos.

Além da programação religiosa que já começou, todos os dias são sempre dois shows com o movimento de barracas, com bebidas e comidas típicas – feijão tropeiro, caldo de feijão, feijoada, carne de lata, pão de queijo com lingüiça, macarrão na chapa, porção de carne, caldo de mandioca, pão com pernil e muitos outros pratos que não deixa ninguém sair de lá sem experimentar um destes pratos. Para beber tem quentão, vinho quente e a cerveja bem gelada, apesar do frio que faz a noite em Santana da Vargem.

Os cartazes que estão afixados em vários pontos de Santana da Vargem e em cidades da região, confirmam que as apresentações musicais começam sempre as 22 horas. Na quinta-feira tem Bruno Mello e Joel Jr e em seguida Henrique e Otávio de Três Pontas. Na sexta-feira o Cowboy de Cristo que agradou tanto ano passado está de volta. Padre Clecio Alencar sobe no palco no mesmo horário, seguido da Banda “Os Piratas”. Na sexta-feira que é o dia da Padroeira, haverá missa campal as 19 horas. A grande atração deste ano é a dupla sertaneja Alan e Alladin. Com 25 anos de carreira, eles estão de volta na estrada e vão relembrar seus grandes sucessos da década de 80. Depois, os trespontanos que tocam tudo, Wallace e Rafael vão agitar a noite.

No domingo, a festa começa a tarde, a partir das 13 horas, com o tradicional e cobiçado Festival de Prêmios, que este ano, na última rodada sorteia o veículo UP, lançamento daVolkswagen. Para quem quiser dar uma conferida no carro, ele está em exposição em frente a porta principal da igreja Matriz. Além, dele tem forno microondas, refrigerador duplex, kit surpresa, uma TV 32 polegadas com painel de parede, um notebook, um kit de alarme residencial e outros brindes doados pelo comércio. As cartelas podem ser adquiridas a R$30 no Escritório Paroquial, na Casa Lotérica, na Drogaria do Mauro com membros de pastorais e movimentos e pessoas autorizadas. Neste dia, a noite, o show é mais cedo, às 21 horas com Tonho Prado. Ele também já esteve se apresentando na cidade na Festa do Trabalhador de 2013 e também vai voltar, juntamente quando está completando 10 anos de carreira.

Os shows são pagos pela própria paróquia e por patrocinadores. A diversão é para a família inteira, pois além da praça de alimentação tem parque de diversões que é montado no local e atrai as crianças de todas as idades.

Agradecendo o apoio que recebe de todos os vargenses, de membros e líderes de pastorais e movimentos, de dezenas de voluntários, comerciantes, moradores e de muita gente da região, Lia Araújo ressalta o envolvimento de um modo geral de toda a comunidade, o apoio pessoal do prefeito Vitor Elói e direção dada pelo padre Geraldo Inácio de Carvalho, que ao longo dos anos tem se mostrado um grande líder religioso guiando os destinos dos paroquianos.

COMPARTILHAR

Comentários