Para viabilizar a 6ª edição, em outubro e com show de Zeca Baleiro entre outros, Festival busca arrecadar junto ao público R$100 mil. Pessoas devem comprar ingresso antecipado e colaborar com qualquer valor para que o evento aconteça 

Diante da atual crise econômica e da dificuldade de captar patrocínios, a organização do Festival Música do Mundo decidiu acolher uma ideia dada pelos próprios fãs do Festival. Realizar uma campanha de financiamento coletivo para tentar angariar os recursos necessários. Portanto, diante de todas as dificuldades, mas sem desistir, a empresa da trespontana Maria Dolores Duarte está pedindo o apoio de todos, para que, juntos, possam fazer acontecer a 6ª edição do Festival Música do Mundo.

O Festival Música do Mundo começou como uma homenagem a Milton Nascimento e Wagner Tiso na sua terra, a pequena Três Pontas, ao sul de Minas Gerais. O evento foi tão lindo que ganhou vida própria. Uma vida que só permanece pela conjunção de pessoas que amam a arte e a música. Em 2015 não foi possível realizar o Festival. O projeto já possui um patrocínio captado de empresa privada, mas infelizmente não é suficiente. Por isso, o Festival esse ano conta com o apoio de cada uma das pessoas que já estiveram e que pretendem estar presentes. “Sem vocês, não vamos a nenhum lugar”. Já estão confirmados, caso o evento aconteça, artistas como Zeca Baleiro e Orleans Street Jazz Band, os demais serão confirmados mais adiante. Serão três dias, de 27 a 29 de outubro, sendo 29 o dia principal de shows, com os shows no Palco Música do Mundo (com o cenário da serra de Três Pontas), Sarau, Feira de Artesanato, Atrações de Rua, Atrações locais, Ação Educativa, entre outros.

Maria DoloresConfira os detalhes sobre a campanha e a 6ª edição do evento 

Quando e como será a 6ª edição do Festival Música do Mundo?

A data marcada é de 27 a 29 de outubro, retomando no dia 29 (sábado) o Palco Música do Mundo, que, nos primeiros anos, foi realizado no Centro de Eventos Wagner Tiso e tem como destaque o cenário criado pelo Keller Veiga, com o palco dentro da Serra de Três Pontas.

Quais as atrações já confirmadas?

Ainda estamos em negociação e, claro, depende se conseguiremos a verba para realizar o evento, mas já estão confirmados (caso o Festival aconteça) o Zeca Baleiro e a Orleans Street Jazz Band. Estamos em negociação com outros artistas, mas esses outros dependem do sucesso da campanha de financiamento coletivo que vamos fazer. Se conseguirmos muitos apoiadores, o céu é o limite.

O que é financiamento coletivo e quanto o Festival precisa arrecadar?

Um site de internet através do qual as pessoas podem ajudar financeiramente a viabilizar projetos, comprando pequenas cotas de patrocínio. O Festival Música do Mundo tem uma meta a atingir, no valor de R$ 100 mil. Se o Festival conseguir arrecadar esse valor, o evento será realizado de 27 a 29 de outubro. Se não conseguir arrecadar os R$100 mil, o Festival não será realizado.

Se o Festival não for realizado, o que acontece com quem apoiou com alguma quantia?

A pessoa recebe o dinheiro integralmente de volta. O próprio site de financiamento coletivo faz essa devolução, sem qualquer custo para quem fez o depósito. Essa é uma das vantagens das plataformas de financiamento coletivo: se conseguiu a verba necessária, o projeto acontece, se não conseguiu, todo mundo que ajudou recebe o dinheiro de volta

Festival Música do Mundo ArquivoEm qual site está sendo feito a campanha do Festival Música do Mundo?

No Catarse (o endereço para fazer o financiamento é http://migre.me/uxDXX) que é hoje a principal plataforma de financiamento coletivo do Brasil, com um trabalho totalmente sério e seguro. Quem quiser e puder dar uma olhada no site do Catarse, vai entender melhor como funciona e ver os inúmeros projetos que já foram viabilizados através dele.

O que a pessoa ganha se decidir apoiar e adquirir uma cota de patrocínio?

Além de receber os sinceros agradecimentos de todos da equipe do Festival e de contribuir para promover a cultura em Três Pontas, quem apoiar recebe recompensas de acordo com a cota adquirida.

Qual um exemplo de recompensa?

Temos a cota no valor de R$ 50,00, que oferece como recompensa o ingresso para a Pista Especial (em frente ao palco). Além de garantir o ingresso, pois essa pista acaba rápido, quem apoia pagará bem menos do que se for comprar a entrada depois. Só para se ter uma noção, na última edição que teve a pista especial, ela custou R$ 80,00. Ou seja, é um belo desconto. Mas o mais importante é: se não conseguirmos atingir a meta, não vai ter Festival, então o maior benefício para quem apoia é ajudar a garantir a 6ª edição.

Mas R$100 mil não é uma meta alta?

Sim, mas infelizmente não é possível realizar o evento com um valor menor e, além disso, é um valor totalmente viável. Considerando apenas a cota de R$ 50,00 (temos outras cotas, que dão direito a outras recompensas), precisaríamos que 2 mil pessoas apoiassem, que é o número de lugares da Pista Especial. A pista especial nunca teve menos que 2 mil pessoas, ou seja, é uma meta atingível, mas precisamos do apoio de todos, porque não é fácil.

Quando começa a arrecadação da campanha?

A campanha começou nesta segunda-feira, dia 1º de agosto e vai até 5 de setembro. Se em 5 de setembro tivermos arrecadado os R$100 mil ou mais, o Festival irá acontecer, porque ao valor arrecadado somamos o apoio que já conseguimos com o Itaú, os dois juntos permitem realizar o evento. Se não conseguirmos atingir esse valor, o dinheiro é devolvido a quem apoiou e infelizmente teremos que adiar o Festival mais uma vez.

E outros patrocínios e apoios convencionais?

Independente da campanha de financiamento coletivo, continuamos o trabalho junto às empresas e parceiros em busca de apoio. Está difícil por causa da crise, mas não vamos desistir. Só não podemos contar com isso, e é por esse motivo que vamos tentar também o financiamento coletivo.

Qual consideração você gostaria de fazer Maria Dolores?

Desde a primeira edição, em 2009, o Festival Música do Mundo deixou de ser um evento da Marolo para ser um evento do público. O Festival só existe porque as pessoas acreditam, participam. É uma corrente, uma teia tecida com carinho por quem acredita que o mundo pode ser melhor e que a cultura é um caminho para isso. Portanto, diante de todas as dificuldades, mas sem desistir, viemos pedir de coração e com humildade o apoio de todos, para que, juntos, possamos fazer acontecer a 6ª edição do Festival Música do Mundo. Mais informações as pessoas podem ter na página do Festival no facebook! Dúvidas pelo [email protected]

Festival Música do Mundo arquivo 1

COMPARTILHAR

Comentários