O Governo de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Educação (SEE), liberou neste mês aproximadamente R$ 516 mil para a reforma da Escola Estadual Professora Maria Augusta Vieira Côrrea, no município de Três Pontas, região Sul do Estado. Além disso, serão investidos, também, R$ 7 mil para a aquisição de equipamentos para Escola Estadual Cônego José Maria. O recurso será utilizado para a compra de sistema de segurança.

Recentemente, em junho deste ano, o governo do Estado já havia liberado mais de R$ 110 mil para obras na Escola Estadual Professora Marieta de Castro, também em Três Pontas.

Somente neste mês, o governo já liberou mais de R$ 39 milhões para escolas em todo o Estado, a serem investidos em obras e na compra de mobiliário. A maior parte dos recursos é destinada para reformas: são R$ 30.636.852,35 para realização de obras em 133 escolas de 72 municípios. O restante, R$ 8.801759,70, será destinado para compra de mobiliário e equipamentos.

Para o Secretário de Estado de Governo, Odair Cunha, os recursos são evidências do esforço do governador Fernando Pimentel em mudar a realidade da educação em Minas.

“A estratégia para elevar a qualidade do ensino em Minas Gerais passa pelas melhorias de infraestrutura em nossas escolas. Essa verba que a Secretaria de Educação acabou de liberar comprova a nossa preocupação em garantir aos mineiros e as mineiras uma educação de mais qualidade. O governador Fernando Pimentel tem trabalhado para possibilitar que os estudantes e professores utilizem as salas de aulas para projetos e atividades que contribuam no desenvolvimento do aprendizado e do conhecimento”, afirmou. 

Mudança de atitude

Desde o início dessa gestão, o governador Fernando Pimentel faz um esforço para mudar o quadro atual da estrutura física das escolas da rede pública. Um diagnóstico realizado pelo Governo mostrou que apenas 26% das unidades escolares estavam em boas condições e o restante necessitava de alguma intervenção.

De fevereiro a outubro, o Governo já havia liberado mais de R$ 109 milhões para a realização de obras em 585 escolas de 306 municípios. Agora, o montante já ultrapassa os R$ 140 milhões. O investimento em infraestrutura nas escolas vem suprir uma demanda por reformas de quase 75% das 3.654 unidades escolares do Estado, quando a atual gestão assumiu a Pasta, em janeiro deste ano.

Já os recursos para mobiliário se destinam à compra de equipamentos como armários, arquivos, bebedouros, fogões, geladeiras, dentre outros. A maioria, no entanto, será investida na aquisição de equipamentos de segurança para as escolas. Entre todas as escolas que irão receber recursos, 411 vão adquirir sistema de segurança (câmeras de vídeo e/ou alarme). Essas escolas estão distribuídas em 278 municípios de diversas regiões do Estado.

COMPARTILHAR

Comentários