Imagem não foi danificada e será consagrada novamente para retornar ao seu altar na Matriz D’Aparecida

Devotos da Padroeira da segunda paróquia mais antiga de Três Pontas se mobilizaram para encontrar a imagem de Nossa Senhora Aparecida nesta sexta-feira (06). Após a confirmação da senhora de 54 anos, que ela teria sido jogada no córrego que corta a Avenida Oswaldo Cruz, algumas pessoas se mobilizaram para encontrar a réplica oficial da Matriz.

Depois que a Polícia Militar encontrou a mulher e ela informou onde teria jogado a santa, as buscas começaram inicialmente pela PM. Logo após a notícia ter sido divulgada, pelas redes sociais, o pedido para ajudar a encontrar Nossa Senhora Aparecida sensibilizou muita gente. O empresário Michel Renan Simão Castro liberou alguns funcionários de sua empresa para ajudar.

Padre André recebeu a imagem entregue por Sebastião Bento que procurou por duas horas

Mas foi Sebastião Bento de 66 anos, que é cantor da Igreja que percorreu cerca de dois quilômetros na água, durante aproximadamente duas horas e encontrou a imagem no meio do mato

Bento conta que já havia passado do local onde a imagem estava, mas algo lhe chamou a atenção e ele retornou. Próximo a ponte que liga o bairro Velasse das Palmeiras ao Vivendas do Bosque, Nossa Senhora foi resgatada.

O cantor havia recebido uma ligação do Escritório Paroquial pedindo ajuda. Ele já sabia do desaparecimento, mas, fez questão de procurar. Não deu tempo nem de procurar uma proteção para os pés. Bento foi de botina mesmo e pensou em fazer uma “vistoria superficial”. Foi convencido a entrar na água Mariliz Simão Castro. A comerciante fez questão de permanecer todo o tempo a beira do ribeirão. Foi ela quem levou Nossa Senhora Aparecida de volta à sua Igreja e, não se conteve de tanta emoção.

“O sentimento é de muita emoção. Quando encontrei comecei a chorar e agradecer a Deus. Foi pela coragem e a minha fé que encontrei a Nossa Senhora”, contou Bento.

Padre André Rodrigues Villas Boas, agradeceu a Deus que pouco depois de 24 horas, a alegria voltou a Paróquia que ele dirige. Quando conversava de manhã com os policiais, ele mantinha a esperança e tinha o pressentimento de que a imagem seria encontrada, tanto é que avisou que iriam fazer buscas. A mulher que a furtou chegou a dizer que jogou na água porque a imagem havia se quebrado, mas não era verdade.

Equipe Positiva registrou quando Bento estava na água a procura da imagem

O sacerdote ascendeu uma vela na Capela de casa pedindo que Nossa Senhora fosse encontrada. Segundo ele, as pessoas já comentavam como seriam as celebrações sem a sua Padroeira no altar. Padre André, agradeceu o empenho da PM que se colocou de prontidão, investigou e chegou até a suspeita que confessou o crime.

Na missa das 7:00 da manhã deste domingo (08), o pároco irá fazer uma nova consagração a padroeira que voltou sem ser danificada.

O manto da Santa havia sido encontrado de manhã na Praça do Centenário. Já a coroa foi dispensada logo em seguida ao furto na Travessa D’Aparecida.

Imagens dos moradores procurando a Santa no ribeirão da Avenida Zé Lagoa

COMPARTILHAR

Comentários