No último artigo começamos a falar sobre a importância da vitamina B12 no nosso organismo. Foi falado que ela tem relação com a regeneração dos nervos, tanto do sistema nervoso central como do cérebro, composição do sangue, renovação celular, entre outras funções. E dando sequência ao tema, descubra agora tudo o que você precisa saber sobre esta vitamina!

Se você não acompanhou a primeira publicação sobre o tema, acesse o link e leia primeira parte desta matéria:

https://www.facebook.com/santeprojetosaude/posts/1952161625059444

Como pode ser feita a reposição da Vitamina B12?

Depois de comprovada sua deficiência por meio de exames laboratoriais e avaliação dos sintomas, a vitamina B12 pode ser administrada tanto por via oral quanto por via injetável. No tratamento oral o médico deve prescrever a quantidade de comprimidos, dosagem e a frequência necessária. O tratamento injetável tem sido o mais utilizado e a quantidade de aplicações deve ser de acordo com as características da pessoa tratada e com a sua evolução frente às aplicações.

  • Podemos dizer então que a dieta vegetariana não é adequada ao ser humano?

Não, não quer dizer isso.  O fato que incomoda os profissionais de saúde é que mesmo com uma dieta bem balanceada, uma dieta vegetariana estrita não supre todos os nutrientes. No entanto, assim como o ferro, a B12 depende muito mais do nosso metabolismo do que da quantidade que ingerimos. Enquanto 50% dos vegetarianos apresentam deficiência de B12, isso ocorre com 40% das pessoas que comem carne e derivados, ou seja, a diferença é pequena.

  • Posso utilizar a B12 sem saber como está o nível no meu organismo?

Como não há relato de efeitos tóxicos por excesso de B12 na literatura científica, podemosconsiderar que ela é uma vitamina bastante segura (quanto à toxicidade) para uso, mesmo se você estiver com bons níveis no sangue. No entanto, seu uso sem correta avaliação pode causar consumo metabólico de outros elementos no organismo. A importância de saber como estão os seus níveis sanguíneos se faz para a definição da conduta terapêutica (tratar a deficiência ou fazer apenas a manutenção), assim como para saber se outros cuidados devem ser tomados em conjunto.

  • Quais as orientações para gestantes e crianças sobre a reposição da vitamina?

Nestas etapas da vida a suplementação é sempre recomendada, independente da alimentação.  É importante dosar a vitamina B12 em crianças e gestantes, pois a vitamina B12 tem a mesma importância que o ácido fólico para a formação do bebê. Para gestantes e crianças, toda a atenção deve ser tomada com relação à B12.

  • Nossas recomendações finais:

Meça sempre o nível de B12 no sangue. Esse exame deve fazer parte de qualquer avaliação médica. As doses para correção ou manutenção são variáveis e não é possível estabelecer uma dose padrão para todas as pessoas. Busque uma alimentação saudável com alimentos ricos na vitamina B12.

Por Dr. Humberto Gurgel
Santé Cardiologia & Diagnostico
Avenida Prefeito Olinto R. Campos 220, Três Pontas
Fone 3265 3324

 

COMPARTILHAR

Comentários