A vitamina B12 não é assunto polêmico em se tratando de saúde. Geralmente as pessoas se preocupam mais com problemas como hipertensão, diabetes, infartos do miocárdio, Acidentes vasculares encefálicos e se esquecem do quanto as vitaminas são importantes no nosso organismo. Neste mês vamos conversar sobre diversos assuntos relacionados a vitamina, que vão desde os sintomas da deficiência até o tratamento.

  • Qual a sua função no organismo?

A vitamina B12 é uma coenzima que desempenha um papel central em vários processos metabólicos:Construção do DNA, proteção e regeneração dos nervos, tanto do sistema nervoso central como do cérebro, composição do sangue, renovação celular, síntese dos neurotransmissores (mensageiros químicos do sistema nervoso). Em certos casos, a vitamina B12 não é a coenzima diretamente responsável por estes processos, mas um elemento indispensável nas etapas metabólicas necessárias para o seu desenvolvimento. Na ausência da vitamina B12, estas funções tão importantes para o organismo não são mantidas, o que resulta em sequelas sérias para a saúde.

  • Onde encontramos a vitamina B12?

A vitamina B12 é encontrada em carnes, leites, queijos, ovos e suplementos. Também é encontrada em alimentos fermentados e algas, mas é diferente da que necessitamos em nosso metabolismo. Um dado interessante: aproximadamente 50% dos vegetarianos têm carência de vitamina B12 e cerca de 40% dos não vegetarianos têm carência da vitamina, ou seja, a carência está muito presente independente do tipo de alimentação.

  • Quais são os primeiros sintomas da deficiência?

A deficiência de vitamina B12 traz sintomas muito inespecíficos, o que muitas vezes dificulta o diagnóstico, sendo necessária a avaliação por exames laboratoriais. O sintoma mais frequente é a queixa de formigamento nas pernas após permanecer sentado poucos minutos. Também é comum a queixa de diminuição da memória, do raciocínio e atenção. A deficiência de B12 pode se manifestar com alteração da sensibilidade dos pés e das pernas, cansaço e sensação de peso nas pernas.

  • Como é feito o diagnóstico de sua deficiência?

Normalmente é feito pela avaliação da B12 no sangue, por meio de exames ambulatoriais, associado aos sintomas de deficiência. Atualmente os valores estabelecidos como referência para a normalidade da vitamina são muito amplos, isto quer dizer que estar dentro dos valores de referencia não significa estar com bons níveis sanguíneos. A dosagem da homocisteína e do ácido metilmalônico (que se elevam na deficiência de B12) podem ser utilizados. A homocisteína deve permanecer sempre abaixo de 8mcmol/L. Essa dosagem é indispensável.

  • Qual o valor recomendado?

A vitamina B12 deve permanecer acima de 490 pg/mL. Estudos publicados há muito tempo comprovam que valores abaixo de 490 são potencialmente deficientes.  Assim, como regra simples, uma pessoa cuja vitamina B12 no sangue está acima de 490 pg/mL raramente terá carência da vitamina.

Leve seus exames para serem avaliados pelo medico, pois sua interpretação sem o profissional pode gerar confusão. Não basta olhar as referências de normalidade nos exames, pois é necessário conhecer diversas condições do organismo. A avaliação de exames não se faz olhando apenas os valores de referência.

Nas próximas semanas continuaremos falando sobre esta importante vitamina no nosso organismo. Enviem dúvidas nos comentários, por e-mail ou nas nossas redes sociais!

Por Dr. Humberto Gurgel
Santé Cardiologia & Diagnostico
Avenida Prefeito Olinto R. Campos 220, Três Pontas
Fone 3265 3324

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

COMPARTILHAR

Comentários