O prefeito de coqueiral Rossano de Oliveira (MDB), foi condenado pela Justiça à perda dos direitos políticos e ao pagamento de multa. Segundo a decisão, em primeira instância, o prefeito deixou de fazer pagamentos nos valores integrais ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) entre 2010 e 2011. Na sentença, consta que foram divulgadas informações falsas durante 27 meses.

Oliveira, de 57 anos, ainda pode recorrer da decisão. Ele poderá continuar no cargo enquanto aguarda o julgamento dos recursos. O prefeito foi eleito comanda a cidade pela segunda vez pela coligação “Somos mais Coqueiral”, que tinha ainda os partidos DEM, PP, PSB, PSL, PSD e PTB.

Em contato com a EPTV Sul de Minas, afiliada da Rede Globo, o prefeito informou que o erro já foi corrigido e os valores devidos ao INSS estão sendo pagos em parcelas. (Com informações G1 Sul de Minas- Foto- Equipe Positiva)

COMPARTILHAR

Comentários