Padrasto pegou seu Fusca e junto com enteado, que já tem várias passagens na polícia, furtaram a residência. Quando voltaram e estavam na cozinha foram surpreendidos por um morador. Eles sairam correndo. Um deles foi preso e outro ainda está sendo procurado

Um comerciário teve que se ausentar do Velório da mãe durante a madrugada desta terça-feira (18), para ir no Quartel da Polícia Militar e depois até Varginha. Dois bandidos aproveitaram que a família estava velando Dona Maria de Jesus Silva Ferreira, e a casa estava sozinha no bairro Jardim das Oliveiras, para furtar roupas e aparelhos eletroeletrônicos.

A audácia deles foi tanta que quando um neto da senhora chegou na casa do pai para descansar encontrou a dupla na cozinha, se alimentando. A família teve que além de superar a dor da perda de Dona Maria, encontrar forças para ajudar a polícia no registro da ocorrência.

A Polícia Militar recebeu um chamado no 190, informando que dois indivíduos  haviam sido surpreendidos dentro de uma residência, localizada na Rua Marcílio Ferreira de Brito. Com a chegada de familiares da dona da casa que estava sendo velada no Velório Municipal, a dupla fugiu em um Fusca e as vítimas saíram também atrás dos autores. O veículo usado para transportar o material furtado foi encontrado na Rua Padre Artur Costa Campos, no bairro Aristides Vieira e estava sendo conduzido por Paulino Coslope de 54 anos. Ele confessou aos policiais militares que junto com seu enteado Melinho havia invadido a residência e feito o furto. Eles repartiram os produtos furtados. Uma parte foi levada para a casa de Paulino, a outra para uma casa abandonada no bairro Botafogo. A guarnição foi até os locais,  encontraram o material e prendeu Paulino Coslope em flagrante.

Eles furtaram – uma TV 20 polegadas, um botijão de gás, um aparelho de DVD, um micro system, um rádio portátil, diversas peças de roupas e roupas de cama. Até medicamentos foram levados juntos com o material. O veículo dele estava com o documento irregular e ele não possui Carteira Nacional de Habilitação. O Fusca foi apreendido e ele ainda foi multado. Clélio Bertolino, “Melinho” ainda não foi encontrado. Ele possui várias passagens por furto. A última vez que foi preso, Melinho invadiu a Casa da Família no bairro Vila Marilena, depois arrombar uma janela. Quando a PM chegou, encontrou o ladrão preso dentro do estabelecimento que pertence a Prefeitura. Ele levaria um computador e, mesmo preso em flagrante não ficou preso e foi liberado na Delegacia de Varginha.

02
O padrasto Paulino Coslope de 54 anos confessou o crime, praticado junto com o enteado, Melinho, que está sendo procurado

 

01
Polícia Militar conseguiu recuperar todo o material furtado
COMPARTILHAR

Comentários