O bairro Jardim das Palmeiras em Três Pontas, nunca esteve tão movimentado como neste domingo (08), com a realização da edição da Trolada 2018, organizada pela Paróquia Cristo Redentor.

Crianças, adolescentes, adultos e idosos, retiraram os trolinhos guardados da primeira edição, outros prepararam eles e os equipamentos de segurança exigidos para mais uma aventura.

Antes de tudo teve oração e a benção do paróco padre Rogério Augusto da Silva. A turma do Projeto Arte Cotidiana veio com o famoso “Carretão”, campeão em 2017, ainda maior. A sua capacidade era para 70 pessoas. Foi tão grande que alguns de seus ocupantes teve que esperar pegar velocidade para descer. Isto deu trabalho, mas não faltou esforço para que ele descesse no asfalto novo do bairro. Não faltou alegria das crianças, algumas acompanhadas de perto pelos pais. Todos eles assinaram um termo de responsabilidade para participarem.

A Trolada contou com o apoio dos  Socorristas Voluntários “Anjos da Vida”, que antes de tudo teve que ligar a sirene para anunciar que a turma estava pronta para descer, porque as pessoas não saiam da rua. Com máquinas e celulares nas mãos, todo mundo queria registrar a alegria de tanta gente, com uma brincadeira tão simples, muito praticada nos anos 80 e 90. Para isto, como diz sempre padre Rogério, basta um pedaço de tábua e três rodinhas de rolimãs.

Houve premiação em troféus, poucos ganharam, mas todos saíram satisfeitos de ter passado poucas horinhas na Trolada, com a certeza de que em setembro tem mais – a 2ª Trolada das Virtudes.

 

COMPARTILHAR

Comentários