Foto: redes sociais. Maria Luiza e Helen no Hospital antes do transplante

O estado de saúde da menina Maria Luiza Ferreira Pires de 5 anos, melhorou de forma considerável e ela já deixou a Unidade de Terapia Intensiva (UTI), do Hospital AC Camargo em São Paulo, onde foi feito o transplante.

A informação foi divulgada pela mãe da criança, Adriene Patrícia Ferreira, de que a filha está bem, respira sem a ajuda de aparelhos e foi transferida para o quarto nesta sexta-feira (08).

Maria Luiza sofria de uma doença chamada de atresia de vias biliares, e precisava da doação de um fígado, comoveu milhares de pessoas. Depois que a família usou as redes sociais em busca de um doador, encontrou a analista de crédito de uma rede de lojas Helen Rose Mendes Mesquita de 26 anos, compatível e disposta a salvar a vida da pequena Maria.

GEDSC DIGITAL CAMERA
Maria Luiza e Helen Rose (foto: Arquivo Equipe Positiva)

O transplante foi realizado no dia 20 de junho e demorou mais de 10 horas. Maria Luiza chegou a ser desentubada e a conversar, disse que queria voltar logo para Três Pontas. Porém, dois dias depois, seu estado de saúde se agravou por conta de infiltrações no pulmão, ela entrou em coma e precisou ser novamente entubada.

Assim como foi para encontrar um doador, uma nova corrente nas redes foi feita pedindo orações pela recuperação de Maria Luiza e ela voltou a corresponder o tratamento. No facebook, a mãe dela que acompanha tudo de perto, postou um agradecimento a equipe médica e de profissionais que estão cuidando da menina em São Paulo.

Helen já teve alta, mas continua em São Paulo fazendo acompanhamento por 30 dias.

COMPARTILHAR

Comentários