O vereador secretário da Mesa Diretora, Maycon Douglas Vitor Machado (PDT), repercutiu no Plenário da Câmara Municipal durante a sessão desta segunda-feira (29), a morte de Teddegrey Balbino Silva e repudiou o preconceito que sofrem lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais e transgêneros.

Com pesar e forte dor no coração, Maycon demonstrou durante o Pequeno Expediente, sua insatisfação, indignação e tristeza pela morte da popularmente conhecida Sheila Medeiros. “Nunca poderemos entender o porque de pessoas que conhecemos, admiramos e temos carinho ter que partir … a dor é imensurável, isto é fato”, disse o vereador.

Na Tribuna, Maycon fez um pedido de socorro para a extinção do preconceito e homofobia especialmente. Na visão dele, as pessoas precisam respeitar mais o ser humano, independente de sua raça, credo ou opção sexual. Tudo parece perder o sentido e ficar pequeno diante de um ato tão incompreensivo. Por este motivo, a comunidade trespontana está triste, mas a comunidade LGBT de Três Pontas, está ainda mais, chorando, solicitando apoio, compreensão e acima de tudo igualdade.

Em nome da sua amiga Patrícia Brito e Well Gomes, Maycon Machado se solidarizou com a família de Sheila, demonstrando que é preciso mudar o pensamento pequeno e fútil e evoluir mais, defendeu o secretário da Mesa.

A morte

O corpo dela foi encontrado na manhã desta segunda-feira (29), em um terreno baldio, no bairro Alcides Mesquita, em Três Pontas.

Seminu e sem sinais de violência no corpo, as causas da morte ainda é um mistério e estão sendo investigadas pela Polícia Civil. O corpo foi encontrado por um pedreiro que estava trabalhando em uma obra ao lado. Sheila estava desaparecida desde o sábado a noite. A morte dela abalou a cidade.

COMPARTILHAR

Comentários