A notícia chegou bem de manhã aos funcionários do Hospital São Francisco de Assis de Três Pontas e não pegou ninguém de surpresa. A decisão era anunciada há bastante tempo e os médicos formalizaram através da direção clínica e técnica em ofício, que os médicos não irão mais comparecer nos plantões, devido ao atraso e a falta de perspectiva de pagamento. Diante disso, a manutenção dos plantões ficou inviável.

Em ofício direcionado à Secretaria Municipal de Saúde, no qual a Equipe Positiva teve acesso, Dr. Eduardo de Vasconcelos Camargo e Dr. Marcus Vinicius Moreira informaram que “a partir de hoje não ocorrerão novas internações para o plantão da clínica médica. Os pacientes que procurarem o Pronto Atendimento Municipal (PAM) que necessitarem de internação, o médico responsável pelo atendimento que terá que encaminhar a um médico que assista o paciente sob sua responsabilidade e acompanhar durante sua internação até a alta”.

Dr. Eduardo confirmou a decisão já que praticamente todos os plantonistas estão deixando de atender e procurando outras localidades para trabalhar. Ele informou que irá assumir todos os pacientes que estão internados, que na manhã desta terça-feira (06), eram 65 pessoas, até que eles tenham alta. Em 11 anos que trabalha no Hospital, nunca viu uma crise como esta, tantos meses sem receber o que está fazendo com que os médicos utilizem suas reservas financeiras e refinanciem e vendam seus veículos.

Na semana passada, durante uma reunião com prefeitos e autoridades das cidades da região, na Câmara Municipal, os médicos demonstraram a preocupação com uma possível demissão em massa dos profissionais que não aguentam mais trabalhar sem receber.

Além de quatro meses sem receber salário, os 280 funcionários ainda não receberam o 13º salário de 2016.

COMPARTILHAR

Comentários