Quatro menores foram levados para a Delegacia de Três Pontas na tarde desta sexta-feira (06), para dar explicações à polícia sobre cheques que eles alegam ter encontrado.

Segundo a Polícia Militar, três menores entre 16 e 17 anos tentaram passar um cheque de R$380 em um supermercado localizado na Praça Claudio Manoel no centro da cidade. De posse da relação dos cheques que haviam sido roubados da casa do comerciante José Marques Rodrigues de 61 anos no último sábado (30), a polícia foi chamada. O trio disse que havia encontrado o cheque embaixo de uma árvore na estrada da Faxina, local que os bandidos teriam fugido depois de praticar o assalto. Ainda segundo os menores haviam outras folhas que foram repartidas. Na casa de um outro de 17 anos no bairro Meia Pataca a PM encontrou uma outra folha. Os quatro não tem passagens pela polícia mas foram apreendidos e encaminhados à Delegacia. Aparentemente eles não tem relação com o crime que está sendo investigado pela Polícia Civil.

O crime

José Marques Rodrigues de 61 anos chegava em casa quando foi abordado no portão por três rapazes, um deles com uma faca. O que estava armado, entrou na garagem anunciou o assalto, enquanto os outros deram cobertura do lado de fora. O comerciante reagiu, entrou em luta corporal e acabou levando uma facada na barriga. Mesmo assim, foi levado para dentro de casa, onde o trio encontrou uma sacola com cerca de R$20 mil. Eles fugiram levando além do dinheiro o veículo da vítima – um Fiat Brava. O casal de filhos do comerciante, Nádia Paula Marques e Marciel Marques e sua namorada Michele Aparecida Dutra não se feriram. José Marques foi levado para o Pronto Atendimento Municipal (PAM), atendido e liberado em seguida.

Durante as buscas, a polícia encontrou um dos assaltantes, Edmilson João Goulart, na estrada que liga Três Pontas a Carmo da Cachoeira, onde o veículo roubado estava capotado com as rodas para cima.

Ele informou que mais a frente havia um Marea também capotado onde estaria dos outros dois comparsas. Entre os bancos deste segundo automóvel, foi encontrada a faca usada no crime. Os outros dois bandidos – Gustavo Henrique Serafim e Breno Vitor Maximiano estavam escondidos em um matagal próximo da estrada. O dinheiro não foi recuperado e a suspeita é de que uma quarta pessoa esteja envolvida no crime. Eles foram presos em flagrante e levados para a Delegacia de Polícia Civil de Varginha. Todos já tem passagens pela polícia.

COMPARTILHAR

Comentários