Sob vaias dos eleitores que acompanhavam a sessão parlamentar na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), os deputados aprovaram na terça-feira (10) o retorno do auxílio-moradia a todos os parlamentares mineiros, inclusive para aqueles com residência em Belo Horizonte. Diferentemente do primeiro turno, quando 40 foram a favor e quatro contra, agora 36 votaram sim e 22 votaram não.

Também foi aprovado o auxílio e a concessão de verba indenizatória aos parlamentares licenciados para ocuparem cargo de secretário, caso optem pelo vencimento do Legislativo.

Para ter o benefício, o deputado deverá requerer, porém, o detalhamento do procedimento, que ainda deve ser regulamentado, assim como o que irá incluir a verba indenizatória dos secretários.

Verba indenizatória – que custeia as despesas dos gabinetes – de R$ 20 mil, inclusive para deputados que estão licenciados, como, por exemplo, para os que vão ocupar cargos de secretários.
Os políticos recebem, hoje, um salário liquido de R$ 17.165,33, fora os “penduricalhos”. Agora, todos eles passam a receber mais R$ 2.850 como auxílio-moradia.

Veja quem voltou a favor do auxílio-moradia:
Agostinho Patrus (PV)
Antonio Carlos Arantes (PRP)
Arlen Santiago (PTB)
Antônio Lerin (PSB)
Bonifácio Mourão (PSDB)
Bosco (PTdoB)
Cássio Soares (PSD)
Cristiano Silveira (PT)
Cristina Correa (PT)
Deiró Marra (PR)
Dilzon Melo (PTB)
Dirceu Ribeiro (PHS)
Duarte Bechir (PSD)
Durval Angelo (PT)
Elismar Prado (PT)
Emidinho Madeira (PTdoB)
Fabio de Avelar (PPdoB)
Felipe Attie (PP)
Geixa Teixeira (PT)
Gilberto Abramo (PRB)
Gustavo Corrêa (DEM)
Hely Tarquinio (PV)
Inácio Franco (PV)
Iran Barbosa (PMDB)
Isauro Calais (PMN)
João Alberto (PMDB)
João Magalhaes (PMDB)
Lafayette Andrade (PSDB)
Leonidio Bouças (PMDB)
Luiz Humberto Carneiro (PSDB)
Rogerio Correia (PT)
Thiago Cota (PPS)
Tiago Ulisses (PV)
Tito Torres (PSDB)
Ulysses Gomes (PT)
Vanderlei Miranda (PMDB)

Veja quem votou contra o auxílio:
Alencar da Silveira Jr. (PDT)
Antônio Jorge (PPS)
Arlete Magalhães (PTN)
Celinho do Sinttrocel (PCdoB)
Douglas Melo (PSC)
Doutor Jean Freire (PT)
Fabiano Tolentino (PPS)
Fred Costa (PEN)
Glaycon Franco (PTN)
Gustavo Valadares (PSDB)
Ione Pinheiro (DEM)
Joao Leite (PSDB)
João Vitor Xavier (PSDB)
Leandro Genaro (PSB)
Léo Portela (PR)
Marília Campos (PT)
Mário Henrique Caixa (PCdoB)
Noraldinho (PSC)
Nozinho (PDT)
Rosângela Reis (PROS)
Sargento Rodrigues (PDT)
Wander Borges (PSB)

Fonte: Hoje em Dia/G1

COMPARTILHAR

Comentários