O Festival Música do Mundo nasceu em Três Pontas, com o objetivo de promover a cultura, a reflexão e o encontro entre as pessoas e a arte. Realizado entre quinta-feira (11) e este domingo (14), em 2014, na trilha desse objetivo, a sua quinta edição trouxe mudanças, testando um novo formato. Os shows de sábado que geralmente aconteciam no Centro de Eventos Wagner Tiso, foram todos em praça pública, gratuitos, assim como os de sexta-feira.

Na Praça do Centenário e Getúlio Vargas, a da Escola Cônego Victor, aconteceram as principais e maiores atrações. A campanha ‘Acontece o que a gente tece’ contou com os moradores da cidade para fazer a decoração do festival. Varais de fitas coloridas tecidas pela comunidade coloriram Três Pontas durante estes dias. A abertura foi justamente esta, as pessoas saindo para enfeitar as praças.

Exposição, de trabalhos de estudantes, mostra de curtas, workshop, feira de artesanato, sarau, bate papos, exibição de filmes, feira de artesanato e apresentação da Fanfarra da APAE, dos amigos de Milton Nascimento, Telo Borges e Ânima Minas e, de grupos e artistas de todo o país que foram selecionadas através do edital do evento, estiveram na programação que trouxe turistas que movimentou a cidade desde quinta-feira.

A novidade foi o Free Walking Tour. No sábado, participantes do festival foram conhecer os pontos turísticos e históricos de Três Pontas, onde é possível conhecer mais sobre a terra da música e do café, que a cada um que chega mostra sua hospitalidade. O passeio foi a pé mesmo e durante 1h40 minutos foi possível conhecer muita coisa. Ainda no sábado, no início da noite a tradicional ‘Serenata dos Tiso’ no Cemitério Municipal, levou música àqueles que já partiram, mas que fizeram parte da história de Três Pontas. 

O principal estava reservado para a noite. Os shows na Praça do Centenário reuniram vários estilos e lotaram a praça do “arco íris” de Três Pontas. O mais esperado ficou por último, a banda Nenhum de Nós, fez todo mundo cantar e dançar com seu repertório que relembrou as canções mais tocadas no rádio na década de 80 – Camila, Camila e O Astronauta de Mármore.

Antes subiram ao palco principal, Seu Nadir, O Bando + Ark2 e Blues Etílicos. Durante os intervalos dança contemporânea com Paula Sousa, Caroline Zitto e Natasha Takahashi, prenderam a atenção do público em um palquinho montado no centro da praça.

O evento terminou neste domingo com o Movimento Juventude Que Levanta e Ousa, que traz culturas, esporte e outras atividades, realizadas mensalmente em praça pública e de graça.

DSC02884

O Festival Música do Mundo é uma realização da Marolo Produções com patrocínio do Itaú e Petrobras e tem o apoio da Prefeitura Municipal e de patrocinadores locais. A organização ainda não divulgou o balanço do Festival e, se em 2015 ele voltará a ter parte da programação cobrada como nos anos anteriores.

COMPARTILHAR

Comentários